Tata Martins é Campeã Europeia Sub-23 de Omnium!

Ao quinto dia de Campeonatos da Europa na Pista, Portugal voltou a escrever história, desta vez com Maria Martins, que após 11 medalhas internacionais, todas de Prata ou Bronze, chegou finalmente ao Ouro e na sua disciplina predileta, o Omnium, e sagrou-se esta tarde Campeã Europeia na categoria Sub-23! São já cinco Ouros para Portugal, que para já competiu em quatro dias nestes Europeus, um registo assinalável!

O Omnium para as Sub-23 femininas começou bem cedo pela manhã, com as provas de Scratch e a Tempo Race. Tata Martins foi sétima na primeira das duas, e quinta na segunda, resultados que lhe deram a quarta posição na geral, com 60pts, com a bielorussa Nastassia Kiptsikava destacada na primeira posição, com 78pts. Na prova de Eliminação, Tata esteve na luta pela vitória até final, mas viria a ser segunda atrás da Holandesa Maike van der Duin. Com apenas 8pts a separar Duin e Tata da bielorussa antes da Corrida por Pontos, era certo que tudo podia acontecer. Tata pontuou 1 e 2pts, respetivamente, no primeiro e no quarto sprint, mas foi a 29 voltas do final que tudo se decidiu, com Tata a atacar no pelotão e a alcançar a russa Maria Rostovtseva e a receber depois a companhia da alemã Lea Lin Teutenberg. Tata era claramente a mais fresca das três e a que mais trabalhava, e foi com mérito que venceu o antepenúltimo sprint e completou a volta de avanço a 18 do final, para se colocar na liderança provisória da corrida! Duin ainda conseguiu também dar uma volta de avanço, mas o sprint que Tata venceu enquanto dobrava o pelotão foi fundamental para as contas finais da corrida. Daí para a frente, foi só marcar a holandesa e impedir que ela se distanciasse, para conquistar assim o primeiro Ouro internacional da história do ciclismo de pista feminino português!

Do lado masculino, e depois do Ouro na prova de Scratch, Rodrigo Caixas teve um Omnium menos bem conseguida, sendo apenas 15º no Scratch e 12º na Tempo Race, o que o colocava na 14ª posição a meio da prova. Uma prova de Eliminação que também não foi famosa, com o 16º lugar, colocou o português em 15º à partida para a decisiva Corrida por Pontos, que foi muito marcada desde o seu início. Poucos foram os ciclistas que conseguiram dobrar o pelotão, mas o dinamarquês Matias Malmberg foi um dos que conseguiu, e graças a isso alcançou o tão desejado Ouro! Rodrigo Caixas conseguiu pontuar em diversos sprints, o que lhe permitiu somar mais 9pts, e fechar assim na 12ª posição com 49ts no total.

Beatriz Roxo encerrou a sua participação nestes Europeus na Corrida por Pontos para as Juniores, que concluiu na oitava posição, com 6pts, amealhados no último sprint da corrida. 6 ciclistas conseguiram dobrar o pelotão, com a russa Alena Ivanchenko a fazê-lo por três vezes e a garantir assim uma vitória por uma enorme margem perante a britânica Madelaine Leech.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock