Mundiais CX: Van der Poel revalida título! Van Aert azarado faz segundo.

O holandês Mathieu van der Poel conquistou hoje o quarto Título Mundial de Ciclocrosse da carreira, o terceiro consecutivo, ao vencer a prova disputada em Ostende, na Bélgica! O seu eterno rival, o belga Wout van Aert foi segundo a 37s, num dia em que a sorte não esteve do seu lado, e o também belga Toon Aerts fechou o pódio a 1:24 do vencedor.

A corrida mais esperada destes Mundiais começou a todo o gás, e a dupla que todos esperavam ver lutar por este título isolou-se logo na primeira volta ganhando vantagem sobre toda a concorrência. Na segunda volta foi van Aert quem conseguiu estar mais forte e se isolar, depois de ganhar alguns segundos na areia, e de van der Poel ter cometido alguns erros na tentativa de recuperar terreno.

Na terceira volta, a corrida acabou por se decidir com van Aert a não ter a sorte do seu lado, e a sofrer um furo na parte técnica da corrida. O belga bem tentou colocar toda a sua potência em cima da bicicleta, mas não havia condições para fazer muito mais, e acabou por ser passado por van der Poel ainda antes de iniciarem a quarta volta.

Van Aert trocou de bicicleta assim que foi possível, e ainda conseguiu fechar o espaço que chegou a ser de 15s para apenas 6s, mas o desgaste de uma volta em que gastou mais energias com o furo acabou por se fazer sentir, e a partir daí foi sempre a perder terreno, e o belga não mais conseguiu alcançar o seu rival.

Mais atrás era uma luta entre belgas (Toon Aerts, Laurens Sweeck, Michael Vanthourenhout, Eli Iserbyt e Quentin Hermans) e Thomas Pidcock pelo lugar mais baixo do pódio. Toon Aerts acabou por se isolar dos restantes ainda nas voltas iniciais, enquanto Pidcock, de trás para a frente, acabou por alcançar Aerts no início da sexta volta, mas por pouco tempo. Aerts aproveitou as suas características para eliminar o britânico da luta pelo pódio logo no primeiro setor de areia, e não mais foi alcançado, conquistando assim o bronze, medalha que já vem sendo sua desde 2019 de forma consecutiva.

Aniek van Alphen – Fem van Empel – Kata Blanka Vas : o pódio das sub-23.

Na prova feminina de sub-23, foi a jovem holandesa de apenas 18 anos, Fem van Empel, a conquistar o Título Mundial na sua primeira participação na categoria, batendo a compatriota Aniek van Alphen por apenas 3 segundos de diferença. A húngara Kata Blanka Vas foi terceira e conquistou o bronze, terminando a 9s de Empel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock