Mundiais CX: Lucinda Brand é a nova Campeã Mundial!

A holandesa Lucinda Brand conquistou no início da tarde de hoje o Título Mundial de Ciclocrosse em Ostende, na Bélgica, numa prova bastante complicada devido a dois grandes setores de areia! No segundo lugar terminou a compatriota Annemarie Worst, a 8 segundos, e no terceiro a também holandesa Denise Betsema, a 19 segundos da vencedora, num pódio totalmente holandês.

A corrida começou desde logo com um ritmo elevado, com a anterior Campeã Mundial Ceylin Alvarado a tomar a liderança na primeira curva, mas a ir ao chão com a roda da frente a descarregar logo na primeira curva, o que a retirou por completo da discussão da prova. Betsema foi quem assumiu a dianteira após a primeira rampa, e foi aumentando a vantagem conforme progredia na areia.

Ao fim da primeira volta era a Holanda quem dominava o top5, com Betsema, Brand, Worst, e o duo Alvarado – Yara Kastelijn ainda com hipóteses de discutir a corrida. Na segunda volta Brand juntou-se a Worst, enquanto Alvarado se distanciou de Kastelijn, mas já estava cada vez mais longe da frente.

Na terceira volta, Brand e Worst recuperaram no primeiro setor de areia e encostaram em Betsema, mas Worst acabou por cair e passou a meta ao fim da terceira volta com 8s de atraso para as duas líderes, enquanto Alvarado e Kastelijn estavam praticamente ao mesmo tempo da frente. Na volta 4 o trio juntou-se de novo na frente, enquanto a norte-americana Clara Honsinger já estava na luta pelo top5 com Alvarado e Kastelijn.

A decisão da corrida acabou por se dar na volta 5, com Brand a atacar as compatriotas na areia e a abrir espaço que não mais conseguiu ser fechado, para conquistar assim o título Mundial! Betsema acabou por quebrar, e não conseguiu superar Worst que acabou por repetir o 2º lugar de 2020, e terminou na terceira posição. Honsinger acabou por superar as holandesas, e fechou na quarta posição, enquanto Kastelijn fechou o top5, e Alvarado se desligou completamente terminando apenas na sexta posição.

Ryan Kamp – Pim Ronhaar – Timo Kielich : o pódio dos sub-23 masculinos.

Na prova de sub-23 masculinos foi também o holandês Pim Ronhaar a vencer, numa prova de grande trabalho da seleção holandesa, que culminou também com o compatriota Ryan Kamp a 8s, e o belga Timo Kielich a 14s.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock