José Dias de volta ao pódio da geral em dia azarado para Tiago Ferreira e a DMT! Carlos Soares faz o hat-trick!

Disputou-se esta manhã a etapa rainha do Volcat BTT, que culminou com a segunda vitória em três etapas do checo Martin Stosek (Canyon Northwave MTB), que bateu o líder da geral, Hans Becking (Buff – Scott MTB), ao sprint. Tiago Ferreira (DMT Racing Team) foi dos ciclistas mais ativos durante o dia, atacando por diversas vezes na tentativa de se isolar e ganhar tempo aos rivais, mas a sorte não esteve com o português, que terminou a etapa fora dos 25 primeiros. José Dias (Buff – Scott MTB) foi quarto, chegando a 2:28 de Stosek, e provou estar a atravessar um bom momento de forma com mais um excelente resultado.

A primeira metade da etapa foi completamente feita com Tiago ao ataque, para fazer diferenças para os rivais e recuperar tempo para a frente da corrida. Becking e Stosek eram os que mais de perto seguiam, com os restantes homens do top10 da geral a terem mais dificuldades para acompanhar o ritmo do Campeão Europeu. Na segunda metade da prova, porém, o azar bateu à porta do ciclista português, que acabou por furar e assim ficar completamente fora da possibilidade de vencer a etapa e recuperar tempo aos rivais.

Tiago Ferreira numa das fases em que tentava fazer os seus adversários descolar.

Stosek aproveitou a descida técnica para o final para efetivamente impedir os restantes rivais de reemtrarem, e só Becking o conseguiu seguir. No sprint final, Stosek voltou a ser mais forte e a conquistou nova vitória de etapa, com Becking a fechar segundo. O terceiro lugar foi para o suíço Marc Stutzmann (Texpa – Simplon), que bateu José Dias ao sprint.

Com o furo, e ainda outros problemas mecânicos que surgiram na segunda metade da corrida, Tiago Ferreira foi apenas 27º, a 9:31 do vencedor, sendo ainda assim o melhor ciclista da DMT na meta. O dia foi de bastantes azares para a equipa, que viu dois dos seus ciclistas entrarem já a 22min do vencedor. Roberto Ferreira acabou mesmo por não partir para a etapa de hoje, depois de uma queda ontem ter deixado o ciclista português em mau estado. 7 pontos um pouco acima do queixo e bastantes arranhões foram as marcas que o trambolhão lhe deixou.

Na geral, Becking é cada vez mais líder, agora com 3:00 de vantagem sobre Stosek. No terceiro lugar segue José Dias, a 5:13, numa luta pelo pódio que promete ser intensa até ao último dia, já que o vencedor da primeira etapa, Nicola Rohrbach (Goldwurst – Power) é quarto na geral, a apenas 6s do português. Atenção também para Tony Longo (Soudal Leecougan Racing Team), que é quinto a 5:53 de Becking, e pode também atacar o pódio do ciclista português. Com todos os azares, Tiago Ferreira caiu para 9º na geral, a 11:43 de Becking, mas o português promete entrar na última etapa para vencer e ainda subir alguma posição na classificação geral.

Carlos Soares voltou a subir ao lugar mais alto do pódio.

Nos Masters50, nova vitória para Carlos Soares (Saertex Portugal | Edatech), desta vez com 4:28 de avanço sobre o segundo classificado, o espanhol Manuel Lapuente (Turiaso CC). O português conquistou a terceira de três etapas disputadas, e lidera agora a classificação geral com 5:44 de vantagem sobre Lapuente. Nos Masters40, Marco Macedo (Saertex Portugal | Edatech) foi nono classificado, a 15:49 do vencedor, Karl Platt (Team Bulls) e segue agora em sétimo na geral, a 35:34 de Platt.

Do lado feminino, Celina Carpinteiro (BTT Loulé – Elevis) teve também um dia bastante azarado, com problemas na bicicleta que lhe limitaram a prestação na corrida. A portuguesa cortou a meta no 19º lugar, 55:21 depois da vencedora, a polaca Maja Wloszczowska (Kross Orlen Cycling Team), e segue agora na 17ª posição da geral, a 2h04:38 de Maja, que é cada vez mais líder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock