CX: Wout van Aert e Alvarado dominadores na última prova da Taça do Mundo!

O belga Wout van Aert (Jumbo – Visma), e a campeã Mundial Ceylin Alvarado (Alpecin – Fenix) venceram ao início da tarde a quinta e última prova da Taça do Mundo de Ciclocrosse, disputada no circuito de Overijse, região onde também se corre a conhecida clássica de estrada, a Brabantse Pijl.

A corrida masculina começou a um ritmo bastante rápido, com van Aert a acelerar e Mathieu van der Poel (Alpecin – Fenix) a seguir com o rival, e o duo a ganhar uma vantagem de 9s para os adversários ao final da primeira volta. Tom Pidcock (Trinity Racing Team), Quinten Hermans (Tormans Cyclo-Cross Team), Toon Aerts (Baloise Trek Lions) e Michael Vanthourenhout (Pauwels Sauzen – Bingoal) eram quem mais perto estavam dos líderes, mas o ritmo era demasiado elevado para todos.

Van der Poel acabou por furar no final da segunda volta, o que o fez perder algum tempo, e van Aert aproveitou para abrir uma vantagem para o rival que chegou aos 29s. Van der Poel ainda recuperou até à volta 6, mas o desgaste acabou por se fazer sentir, com o holandês a ceder nas duas voltas finais.

Na luta pela terceira posição, Pidcock já havia distanciado Vanthourenhout, mas uma queda do britânico levou o belga a alcançá-lo de novo. Porém, Pidcock ainda tinha energias, e acabou por voltar a aumentar o espaço e concluir na terceira posição, a 2:07 de van Aert, enquanto van der Poel, já completamente sem forças, terminou na segunda posição a 1:03 do belga, que com a vitória confirmou também a conquista da Taça do Mundo de CX.

Alvarado segue em altas para os Mundiais, num grande momento de forma!

Na corrida feminina, a Campeã Mundial mostrou estar numa forma soberba, e mesmo numa corrida com erros conseguiu sobressair perante as adversárias. A corrida até começou com Marianne Vos (Jumbo – Visma) ao ataque, mas a consagrada holandesa acabou por pagar rapidamente o esforço e ficar progressivamente para trás.

Alvarado e Denise Betsema (Pauwels Sauzen – Bingoal) acabaram por se isolar na dianteira da corrida, com Betsema a errar por várias vezes e a acabar por cair e ceder terreno. A perseguição ainda foi chegando até Alvarado, e com alguns ataques várias ciclistas tentaram-se isolar, porém Alvarado tinha forças para estar sempre na roda, e mesmo com erros, não deixou a vitória escapar.

Lucinda Brand (Baloise Trek Lions), mesmo tendo começado um pouco mais atrás, conseguiu ir subindo e subindo, e nas últimas voltas chegou à luta pelo pódio, acabando por conseguir ter forças para terminar na segunda posição, a 20s de Alvarado, numa Taça do Mundo que já tinha assegurado a conquista da geral final. No terceiro lugar terminou Manon Bakker (Credishop – Fristads), ela que seguiu quase sempre com Brand, mas não teve forças para terminar melhor que a colega mais veterana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg vence etapa em dia de aniversário!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a Etapa 1, primeira em linha, da Volta à Eslováquia no seu 25º aniversário, somando mais uma vitória à sua equipa Deceuninck-QuickStep. Graças às bonificações, subiu à liderança da geral. Um comboio perfeito da QuickStep de três homens emergiu e o homem do costume, Michael Mørkøv (Deceuninck-QuickStep), lançou de forma perfeita […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock