CX: Tom Pidcock e Marianne Vos vencem na Taça do Mundo em Rucphen!

O britânico Tom Pidcock (Ineos Grenadiers) e a neerlandesa Marianne Vos (Jumbo – Visma) venceram a décima prova da Taça do Mundo de Ciclocrosse de 2021/2022, disputada no circuito de Rucphen nos Países Baixos.

Prova Masculina

A prova masculina começou com um ritmo alto com David Van der Poel (Alpecin – Fenix) e Lars Van der Haar (Baloise Trek Lions) a ganharam uma pequena vantagem sobre o pelotão. No final da primeira volta, tinham uma vantagem de 11s sobre um grupo de nove ciclistas.

Pidcock, Eli Iserbyt (Pauwels Sauzen – Bingoal), Michael Vanthourenhout (Pauwels Sauzen – Bingoal), Laurens Sweeck (Pauwels Sauzen – Bingoal),Toon Vandebosch (Pauwels Sauzen – Bingoal), Van der Haar, Toon Aerts (Baloise Trek Lions) e Quinten Hermans (Acrog Tormans) ficaram isolados na frente após diversas acelerações no início da segunda volta.

Na quinta volta, Pidcock e Iserbyt aceleraram, mas foram seguidos por Vanthourenhout, Hermans, Van der Haar e Aerts. Aerts foi o primeiro a ceder, ainda na quinta volta. Na sétima volta, Iserbyt atacou e Vanthourenhout foi o único que o seguiu, conseguindo uma vantagem de 4s sobre Pidcock e Hermans.

Iserbyt conseguiu largar Vanthourenhout no início da última volta mas Pidcock não desistiu e passou por Vanthourenhout, alcançando Iserbyt já na fase final. Pidcock foi o mais forte no sprint final e venceu a décima prova da Taça do Mundo. Iserbyt foi segundo a 3s e Vanthourenhout terceiro a 8s.

Resultados Masculinos

Prova Feminina

Na corrida feminina, a neerlandesa Marianne Vos venceu a décima prova da Taça do Mundo e a sua terceira da temporada, batendo ao sprint a Campeã Europeia, Mundial, e líder da geral da Taça do Mundo, Lucinda Brand (Baloise Trek Lions).

A prova começou com um ritmo bastante alto com Vos, Brand, Fem Van Empel (Pauwels Sauzen – Bingoal) e Puck Pieterse (Alpecin – Fenix) a ganharem uma vantagem sobre o pelotão. Denise Betsema (Pauwels Sauzen – Bingoal) e Annemarie Worst (777) vinham mais de trás, mas tentavam a todo o custo chegar à dianteira.

A cada volta, as duas perseguidoras reduziam a vantagem das quatro da frente, que tentavam largar-se umas às outras. A meio da quinta volta, as duas perseguidoras alcançaram as quatro da frente. No início da sexta volta, numa subida, Pieterse cometeu um erro que obrigou Worst a tirar um pé da bicicleta e a neerlandesa perdeu as suas chances de lutar pela vitória.

No final da sexta volta, Vos acelerou e Betsema e Brand foram as únicas que a seguiram. Na última volta, na zona técnica, Brand atacou, mas Vos conseguiu aguentar na sua roda enquanto que Betsema cedeu. Vos teve de tirar os pés dos pedais nas últimas curvas, mas conseguiu-se manter na roda de Brand. No sprint final, Vos foi mais forte que Brand e venceu a décima prova da Taça do Mundo. Betsema foi terceira a 8s.

Marianne Vos venceu pela terceira vez na Taça do Mundo de 2021/2022.

Resultados Femininos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock