CX: Quinten Hermans e Lucinda Brand vencem na Taça do Mundo em Fayetteville!

O belga Quinten Hermans (Acrog Tormans) e a neerlandesa Lucinda Brand (Baloise Trek Lions) venceram esta noite a segunda prova da Taça do Mundo de Ciclocrosse, disputada no circuito de Fayetteville, nos Estados Unidos.

Prova Masculina

A corrida masculina começou a todo o gás com Quinten Hermans, Eli Iserbyt (Pauwels Sauzen – Bingoal), Michael Vanthourenhout (Pauwels Sauzen – Bingoal), Toon Aerts (Baloise Trek Lions) e Daan Soete (Group Hens – Maes Containers) a ganharem uma pequena vantagem. No final da primeira volta a vantagem tinha aumentado, mas os cinco ciclistas receberam a companhia de Corné Van Kessel (Acrog Tormans), Pim Ronhaar (Pauwels Sauzen – Bingoal) e Toon Vandebosch (Pauwels Sauzen – Bingoal).

No início da segunda volta Aerts acelerou e Hermans, Iserbyt e Vanthourenhout foram os únicos que o conseguiram seguir. Os quatro continuavam a aumentar a sua vantagem sobre os perseguidores a cada curva. Na terceira volta, Hermans atacou e nenhum dos seus companheiros de grupo foi capaz de o seguir. O belga conseguiu, em menos de meia volta, uma vantagem de 25s sobre os três perseguidores.

Hermans aumentava a sua vantagem a cada volta, tendo conseguido uma máxima vantagem de 45s sobre Iserbyt e Vanthourenhout. Hermans não mais foi visto até à linha de chegada e venceu assim a segunda prova da Taça do Mundo de CX, Iserbyt foi segundo a 37s e Vanthourenhout foi terceiro a 49s, após ter perdido a sua chance de lutar pelo segundo lugar quando o desviador da sua bicicleta partiu.

Resultados Masculinos

Prova feminina

Na corrida feminina, a neerlandesa Lucinda Brand mostrou por que razão é a campeã do Mundo e estreou-se a vencer na Taça do Mundo de 2021/2022. Brand subiu também à liderança da geral da Taça do Mundo.

A prova começou com um ritmo elevado com Marianne Vos (Jumbo – Visma), Blanka Vas (Team SD Worx) e Denise Betsema (Pauwels Sauzen – Bingoal) a ganharem uma pequena vantagem logo na primeira subida do circuito. Mais tarde, as três receberam a companhia de Brand e mais ainda quando Puck Pieterse (Alpecin – Fenix), Annemarie Worst (777), Yara Kastelijn (Iko – Crelan), Maghali Rochette (Canada National Team) e Inge Van der Heijden (777) também se juntaram na dianteira.

Com o avançar da corrida, o traçado estava cada vez mais difícil devido à intensa chuva. Brand e Vos aumentaram o ritmo e deixaram as suas rivais para trás. Na terceira volta, Betsema, Pieterse e Rochette perseguiam as duas da frente. Vos voltou a aumentar o ritmo e fez com que Brand cedesse, mas mais tarde a neerlandesa furou e Brand reentrou na frente da corrida.

No grupo perseguidor, Rochette cedeu, mas Pieterse e Betsema receberam a companhia de Vas e de Clara Honsinger (Team Tibco – Silicon Valley Bank). Na última volta aconteceu uma reviravolta! Vos sofreu uma queda e Brand foi sozinha para a vitória. A queda afetaria de tal maneira Vos, que também perdeu um lugar no pódio final, pois a meio da última volta foi ultrapassada por Betsema e Honsinger.

A campeã do Mundo Brand venceu assim a segunda prova da Taça do Mundo, Betsema foi segunda a 9s e a Honsinger foi terceira após uma excelente recuperação. A azarada do dia Vos acabou na quarta posição.

Lucinda Brand venceu pela primeira na Taça do Mundo de CX de 2021/2022.

Resultados Femininos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock