Wout van Aert afirma-se com vitória na Strade Bianche!

Wout van Aert da Team Jumbo-Visma foi o mais forte da 14ª edição da clássica italiana Strade Bianche, corrida na região de Siena. O ciclista belga, que tinha sido terceiro em duas ocasiões, não deu hipóteses à concorrência, atacando a 13km do final. Em segundo ficou Davide Formolo, da UAE Team Emirates, e em terceiro Maximilian Schachmann, da Bora-Hansgrohe.

A clássica italiana, que normalmente é disputada no mês de março, foi corrida desta feira em Agosto, em função da pandemia de coronavírus. Fruto dos constrangimentos que afetam a quase totalidade das modalidades desportivas, a linha de meta, colocada na Piazza del Campo, encontrava-se despida de adeptos.

À partida, os ciclistas enfrentavam um dia muito mais quente (36ºC) do que aconteceria se a prova se disputasse em março. Ao longo dos 184km, eram 11 os setores de sterrato com diferentes comprimentos e dificuldade.

Nos primeiros 20km de prova estabeleceu-se a fuga do dia, composta por Simon Pellaud e Nicola Bagioli (Androni Giaocattoli – Sidermec), Quentin Pacher (B&B Hotels – Vital Concept), Iuri Filosi (Bardiani – CSF – Faizanè), Corné van Kessel (Circus – Wanty Gobert) e Benjamin Declercq (Arkéa – Samsic).

A trabalhar para Jakob Fuglsang, a Astana controlava o pelotão, nunca deixando a fuga ganhar demasiado tempo e a 100km do fim os escapados foram mesmo alcançados. A 55km do fim, quando o pelotão subia ao Monte Sante Marie, dá-se a movimentação decisiva da corrida, com o ataque de Fuglsang, que foi seguido por Van Aert, Formolo, Schachmann, Albert Bettiol (EF Pro Cycling), Greg van Avermaet (CCC Team), e Michael Gogl (NTT Pro Cycling). Este grupo alcançaria uma vantagem de dois minutos a 40km da meta.

A 13km do final, no último setor de gravilha, o El Tolfe, van Aert lança um poderoso ataque, que acabaria por lhe garantir a vitória, precisando apenas de controlar até à linha de meta em Siena.

O português Rui Costa terminou na 39ª posição, a 19’27” de van Aert.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg termina com a seca das vitórias na primeira etapa do Tour de L’Ain!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a etapa 1 do Tour de l’Ain batendo Nacer Bouhanni (Arkéa-Samsic) e Bryan Coquard (Hotéis B&B) num sprint em Bourg-en-Bresse. Deceuninck-QuickStep trabalhou de forma perfeita nos quilómetros finais e deixaram Hodeg pronto para vencer. Hodeg ficou na frente e nem Bouhanni nem Coquard conseguiram disputar a vitória. Esta é a primeira […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock