Wackermann detona concorrência no Tour du Limousin!

O italiano Luca Wackermann, da Vini Zabu-KTM, triunfou na 1ª etapa do 53º Tour du Limousin – Nouvelle Aquitaine, e é o primeiro líder da prova francesa. Na segunda posição terminou Jake Stewart, da Groupama-FDJ, e no terceiro lugar ficou Jon Aberasturi da Caja Rural-Seguros RGA. Rui Costa terminou na 11ª posição, integrado no grupo principal, a 7 segundos de Wackermann.

A primeira jornada do Tour du Limousin correu-se entre Couzeix e Evaux-Les-Bains, numa distânica de 183.5 km. O perfil da jornada dividia-se entre uma primeira parte predominantemente plana e uma segunda parte relativamente mais complicada, em particular nos últimos kms da etapa, fruto de uma terceira categoria colocada a 9 km do final e de um final em subida que, embora não categorizado, prometia um final propício aos puncheurs do pelotão. Olhando para as equipas participantes, era possível contar cinco formações do World Tour, entre elas a UAE-Team Emirates, que escalou para a prova francesa os portugueses Rui Costa e Rui Oliveira.

A primeira movimentação de relevo do dia foi empreendida por Sam Brand (Team Novo Nordisk), Iker Ballarin Manso (Euskaltel-Euskadi), Jan Petelin (Vini Zabu KTM), e Tony Hurel (St-Michel-Auber 93). A vantagem dos atacantes chegou a ser de cinco minutos para o pelotão que ia sendo controlado pela UAE-Team Emirates, contudo, a 109 km do fim, a fuga foi alcançada, numa fase em que o pelotão passava no segundo sprint intermédio do dia. Os dois primeiros nesse ponto foram ainda homens da fuga, mas o terceiro foi já Rui Costa, numa declaração de intenções por parte do campeão português.

Perante uma situação de grupo compacto, ainda muito longe da meta, os ataques começaram a suceder-se e o aumentar de ritmo por parte da Emirates causou cortes no pelotão. Destaque para o trabalho incansável de Rui Oliveira e do sprinter da equipa, o colombiano Fernando Gaviria, em prol do coletivo e, em particular, de Rui Costa.

Uma segunda fuga formar-se-ia mas, também ela, acabaria por ser alcançada. A 10 km do fim, na penúltima subida do dia, atacou Wackermann do pelotão, juntamente com Thibault Ferasse (Natura4ever-Roubaix-Lille Métropole). A dupla seria ainda alcançada a 5 km do fim por um grupo de 30 corredores, o que fazia antecipar um final frenético na subida de Evaux-Les-Bains.

A 2 km do fim, atacou Marti Marquez (Equipo Kern Pharma), no entanto, atrás dele vinha novamente Wackermann, que não deu qualquer hipótese à concorrência na abordagem à meta, terminando com 7 segundos de vantagem para o grupo encabeçado por Jake Stewart. Rui Costa terminou às portas do top 10, em 11º, também ele a 7 segundos do vencedor. Rui Oliveira terminou na 92ª posição, a 11:51 da frente da corrida.

Amanhã corre-se a segunda etapa do Tour du Limousin, com 173.9 km entre Base Départementale de Rouffiac e Grand Etang de Saint-Estèph. O perfil da etapa assemelha-se bastante ao do primeiro dia, com uma primeira parte de etapa plana e com uma segunda parte bem mais dura, incluindo duas contagens de segunda categoria, a última das quais a 12 km da meta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock