Vleuten marca a primeira pela Movistar na Dwars Door Vlaanderen!

A holandesa e Campeã Europeia Annemiek van Vleuten (Movistar) venceu ao início desta tarde a Dwars Door Vlaanderen, conquistando a primeira vitória com as cores da Movistar e a sua primeira vitória na corrida, batendo ao sprint a polaca Katarzyna Niewiadoma (Canyon // SRAM Racing). A norte-americana Alexys Ryan (Canyon // SRAM Racing) foi terceira, vencendo o sprint do grupo perseguidor, que chegou a 19s.

Os 122km com que as ciclistas foram hoje brindadas começaram a todo o gás, e nenhuma escapada conseguiu vingar com um ritmo super alto desde início, tal como tem acontecido na maior parte das provas da temporada feminina. A primeira hora de corrida viu mais de 40km serem ultrapassados, e o pelotão a começar a ser selecionado nos primeiros muros. A subida ao Kortekeer, ao km 59 foi assumida pela Trek – Segafredo e a partir daqui começou efetivamente a jogar-se para a decisão da vitória final.

Logo a seguir no Steenbeekdries foi Elisa Longo Borghini que colocou um grande ritmo, e a primeira grande seleção de ciclistas foi feita, mas ainda meio pelotão liderava a corrida a 50km para a meta. Anouska Koster (Jumbo – Visma Women Team) atacou no Kruisberg e ganhou alguma vantagem com 42km para o final, mas rapidamente recebeu a companhia de mais cinco ciclistas, incluindo a campeã francesa Audrey Cordon – Ragot (Trek – Segafredo).

O grupo de 6 foi alcançado no Knokteberg, com Annemiek van Vleuten e Kasia Niewiadoma a atacarem e rapidamente a conseguirem 30s de vantagem. Leah Thomas (Movistar) que estava nesse grupo de 6 ainda deu uma ajuda ao duo, mas foi por muito pouco tempo, acabando depois por regressar ao grupo que perseguia. A perseguição foi desde logo assumida pela Trek, que queimou Cordon – Ragot e Longo Borghini na perseguição, e conseguiu reduzir a diferença para os 15s, porém, sem ajuda de outras equipas, a diferença voltou a subir e a estabilizar entre os 20-25s até ao final da corrida.

Ellen van Dijk (Trek – Segafredo), Yara Kastelijn (Plantur – Pura) e Soraya Paladin (Liv Racing) ainda atacaram por diversas vezes, mas nunca conseguiram sair do grupo, que tinha uma marcação apertada a toda a gente. A seleção natural foi-se fazendo nos últimos setores de empedrado, o grupo foi-se reduzindo, mas a discussão da vitória ficou para as ciclistas que lideravam a corrida. Vleuten lançou o sprint logo após a última curva, a 300m da chegada, mas Niewiadoma não teve forças para passar a holandesa e teve de se contentar pela segunda posição. No pequeno grupo que perseguia, Ryan e Vittoria Guazzini (Valcar – Travel & Service) tiveram uma excelente disputa ao sprint, mas foi a ciclista da Canyon que levou a melhor e ficou em terceira.

Daniela Campos (Bizkaia – Durango) e Tata Martins (Drops – Le Col s/b Tempur) não terminaram a corrida.

O sprint final

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg vence etapa em dia de aniversário!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a Etapa 1, primeira em linha, da Volta à Eslováquia no seu 25º aniversário, somando mais uma vitória à sua equipa Deceuninck-QuickStep. Graças às bonificações, subiu à liderança da geral. Um comboio perfeito da QuickStep de três homens emergiu e o homem do costume, Michael Mørkøv (Deceuninck-QuickStep), lançou de forma perfeita […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock