Vleuten imparável!

A holandesa Annemiek van Vleuten (Mitchelton – Scott) venceu a Clasica Femenina Navarra em mais um show apenas ao seu nível! No segundo lugar terminou a italiana Elisa Longo Borghini (Trek – Segafredo), a 1’14”, e em terceiro a italiana Maria Giulia Confalonieri (Ceratizit – WNT Pro Cycling) a 2’06”.

A clássica de hoje era bastante diferente da de ontem. De um perfil de montanha passamos para um perfil acidentado, mas com um final plano, que até poderia dar para algumas sprinters que conseguissem passar discutir a etapa. Porém houve quem assim não quisesse, e a corrida acabo por se fazer de outra forma.

A corrida começou com uma série de ataques consecutivos sem sucesso. O máximo de tempo conquistado foram 30 segundos por Clara Copponi (FDJ) e Minke Bakker (Doltcini), mas foram alcançadas a meio do traçado. Poucos kms depois Elisa Longo não hesitou, e na quinta colina do dia, ainda com 55km pela frente, lançou o seu ataque e começou a ganhar terreno.

Quem também não hesitou em lançar o seu ataque pouco depois foi Annemiek van Vleuten que rapidamente alcançou a italiana. Atrás, um grupo de 5 se formou com Anna van der Breggen (Boels), Mavi Garcia (Ale BTC), Shyela Gutierrez (Movistar), Amanda Spratt (Mitchelton) e Ane Santesteban (WNT). O grupo porém nunca conseguiu trabalhar, e as 5 foram perdendo tempo e sendo alcançadas por outras ciclistas que seguiam mais atrás.

Vleuten e Longo seguiram, até com a holandesa a esperar pela italiana após um furo, sempre a ganhar terreno, até que Vleuten descarregou Longo na penúltima colina do dia, a pouco menos de 20km para o final, e seguiu isolada, para vencer pela terceira vez esta temporada, em três provas que tem realizadas. Longo Borghini aguentou-se intermédia, e chegou na segunda posição a mais de 1 minuto, enquanto o grupo que perseguia, com cerca de 25 ciclistas, terminou a mais de 2 minutos, com Maria Giulia Confalonieri a ser a mais forte no sprint final.

A Portuguesa Diana Pedrosa, ao serviço da Farto – Águas do Paraño, não terminou a prova.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Nem um empurrão de Serrano tirou a primeira vitória profissional de Edward Planckaert!

Edward Planckaert (Alpecin-Fenix) ganhou a primeira etapa da Vuelta a Burgos, batendo Gonzalo Serrano (Movistar) sobre a linha de meta, mesmo depois de ter levado um empurrão do espanhol. Numa chegada coincidente com uma rampa em Burgos, uma aceleração de Romain Bardet (Team DSM) com quatro corredores foi sucificente para abrir uma brecha, e quintento […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock