Vitória de Brennauer num contrarrelógio decidido nos detalhes!

A alemã Lisa Brennauer (Certatizit – WNT Pro Cycling) venceu a segunda etapa do Ceratizit Madrid Challenge by la Vuelta, um contrarrelógio individual de 9.3km em Boadilla del Monte, batendo, surpreendentemente, a italiana Elisa Longo Borghini (Trek – Segafredo), por apenas 1 segundo, e a holandesa Ellen van Dijk (Trek – Segafredo), por 4 segundos, ascendendo assim à liderança da geral.

O dia começou com as ciclistas bem cientes da importância do dia de hoje na luta pela classificação geral, e várias boas roladoras foram fazendo desde logo bons tempos na primeira hora de contrarrelógio. Vita Heine (Hitec Products – Birk Sport), Jessica Roberts (Mitchelton – Scott) e Mieke Kroger (Hitec Products – Birk Sport) colocaram as primeiras marcas de referência em 13:11, 13:17 e 13:01 respetivamente.

Várias foram as ciclistas que se foram colocando entre Kroger, Heine e Roberts, como foi o caso das jovens Hanna Ludwig (Canyon SRAM) e Maaike Boogaard (Ale BTC Ljubljana), mas só à passagem de Leah Kirchmann é que o tempo da alemã caiu, com a canadiana a cumprir o traçado em 12:54, e a ser a primeira ciclista a baixar os 13 minutos.

Pouco depois chegou a italiana Elisa Longo Borghini, ela que surpreendeu todo o pelotão com um tempo canhão de 12:41, mostrando que também evoluiu imenso na especialidade, e colocou-se na cadeira quente quase até final. Nem Ellen van Dijk nem Annemiek van Vleuten (Mitchelton – Scott) conseguiram bater a italiana, elas que eram super favoritas para hoje, mas fizeram melhor que Kirchmann, colocando-se em 2ª e 3ª, a 3 e 7 segundos, respetivamente de Borghini.

Faltava chegar apenas o top5 da geral, isto já depois de Sarah Roy (Mitchelton – Scott) ter cumprido em 12:58 mais um excelente contrarrelógio. Alice Barnes (Canyon – SRAM) defendeu-se muito bem em 13:05, guardando ainda hipóteses de discutir um lugar no pódio final, enquanto Jelena Eric (Movistar) e Elisa Balsamo (Valcar – Travel & Service) perderam imenso tempo, assim como hipóteses de lutar pela vitória final.

Entre elas chegou Brennauer, com um super tempo de 12:40, conseguindo bater Borghini, e a ter a camisola rosa na iminência de saltar para o seu corpo. A líder da geral Lorena Wiebes (Team Sunweb) era a última a chegar, e defendeu-se muito bem com um tempo de 13:08, chegando em 11º, o que permitiu que a holandesa caísse apenas para a quinta posição da geral, agora a 18s de Brennauer, um tempo que é perfeitamente recuperável na etapa super bonificada de amanhã.

Com a vitória na etapa, Brennauer assume a liderança da geral enquanto Lorena Wiebes segue líder da classificação por pontos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock