Vingegaard vence 2ª etapa e é o novo líder da Semana de Coppi e Bartali!

O dinamarquês Jonas Vingegaard (Jumbo – Visma) foi o mais forte no final em subida da 2ª etapa da Settimana Internazionale di Coppi e Bartali, batendo o colombiano Iván Ramiro Sosa (Ineos Grenadiers), com o 3º posto a ficar para o australiano Nick Schultz (Team BikeExchange). Com este triunfo, Vingegaard ascende à liderança da prova, com 1 segundo de vantagem sobre Sosa.

Depois de um 1º dia com duas corridas, um sprint de manhã e um contrarrelógio coletivo de tarde, a 2ª etapa da Semana Internacional de Coppi e Bartali apresentava uma ligação de 163 km entre Riccione e Sogliano al Rubicone, com muito sobe e desce e um exigente circuito, que prometia animar a luta pela classificação geral da emblemática prova italiana.

A fuga do dia foi constituída por 6 corajosos: Márton Dina (Eolo Kometa), Xabier Azparren (Euskaltel Euskadi), Lorenzo Visintainer (General Store Curia), Emil Dima (Giotti Victoria Savini Due), Francesco Carollo (MGKVIS VPM), e Mattia Petrucci (Team Colpack Ballan).

O grupo de fugitivos conseguiu abrir uma margem de 4 minutos sobre o pelotão, com o controlo do grupo principal a ser efetuado pela equipa que venceu o contrarrelógio coletivo da etapa 1b, a Israel Start-Up Nation. O líder da classificação geral era Mark Cavendish, da Deceuninck-Quick Step, mas, com 6 homens da Israel a 2 segundos do “Manx Missile” e com um final que descartava o sprinter britânico, era a formação do Médio Oriente quem, realisticamente, tinha a liderança da corrida e, no fundo, alguma responsabilidade em assumir a perseguição. Além disso, acrescia o facto da powerhouse belga alinhar para esta prova com apenas 5 elementos contra, por exemplo, 7 da Israel. De qualquer modo, a Deceuninck também ia passando pela frente, pensando em preparar o final para o jovem prodígio belga Mauri Vansevenant.

Apesar de ter dado luta ao pelotão, a fuga acabaria por ser alcançada na penúltima subida do dia, à entrada da última volta do circuito final.

No início da última ascensão para Sogliano al Rubicone, com o pelotão em grupo compacto, começaram os ataques, primeiro por Antonio Tiberi (Trek – Segafredo), seguindo-se depois diversas movimentações, nomeadamente de Mauri Vansevenant (Deceuninck – QuickStep) e Juan Ayuso (Colpack Ballan), com Carlos Rodriguez (Ineos Grenadiers), Fabio Felline (Astana – Premier Tech) e Giovanni Carboni (Bardiani – CSF – Faizane) na perseguição.

O grupo principal era liderado pela Ineos Grenadiers, num ritmo feroz, que ia eliminando os atacantes ao longo da subida. Com 3 km para a meta em Sogliano Al Rubicone, o pelotão apanhou o trio perseguidores e, já dentro do último km, alcançaria também Vansevenant e Ayuso, com os trepadores mais fortes já lançados para a vitória.

Nos metros finais, Iván Ramiro Sosa, da Ineos, lançou um forte ataque, com o jovem dinamarquês da Jumbo-Visma, Jonas Vingegaard, a seguir na roda do colombiano. Na pequena reta da meta, Vingegaard ultrapassou Sosa, impondo a sua força perante o colombiano, que não foi capaz de capitalizar o trabalho da Ineos.

Volvidos 4 segundos, chegava um grupo de três ciclistas, Nick Schultz (Team BikeExchange), Ben Hermans (Israel Start-Up Nation), e Ethan Hayter (Ineos Grenadiers). No 6º posto, a 10 segundos, acabou por fechar Vansevenant, que não conseguiu concretizar o ataque à etapa e à liderança da prova, mas lutou para se manter em contacto com os melhores da geral.

O líder da prova passa a ser Vingegaard, com 1 segundo de avanço sobre Sosa e 3 sobre Hermans.

Amanhã disputa-se a 3ª etapa da Semana Internacional de Coppi e Bartali, com uma jornada de 145 km, com partida e chegada em Riccione. A primeira metade da etapa será muito dura, com uma subida de categoria especial (6.5 km a 9.6 %) e outra de primeira categoria (9.2 km a 6.1 %). A segunda metade terá apenas uma subida categorizada, de 2ª categoria, e será continuamente mais suave até aos metros finais, que serão em plano.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock