Van Dijk bate principais favoritas e é Campeã Mundial de CRI, 8 anos depois!

A neerlandesa Ellen van Dijk é a nova Campeã Mundial de contrarrelógio, depois de ter sido a mais forte, nos 30.3km do traçado da Flandres, que ligava Knokke-Heist a Bruges! Com uma média de 50.3km/h, van Dijk estabeleceu a marca de 36:05, para superar a suíça Marlen Reusser por apenas 10s, e a compatriota Annemiek van Vleuten por 24s.

No mesmo percurso que os juniores tiveram de enfrentar pela manhã, as Elites Femininas alinharam-se para a partida ao início da tarde. A neerlandesa Riejanne Markus foi a segunda a partir e a primeira a chegar à meta, para estabelecer o primeiro tempo de referencia em 38:04. Sabia-se que Markus não iria vencer, mas a marca que conseguiu era muito provável de fechar o top10 e dar grandes referências para Vleuten e van Dijk, que saíram depois.

Não demorou muito mais que 20min para que o tempo de Markus fosse batido e por uma super Ellen van Dijk que fez uma prova canhão, a mais de 50 km/h, para completar o percurso em 36:05, dobrar a alemã Lisa Klein, e colocar-se na primeira posição com o tempo de 36:05! Klein, que tinha saído 1:30 antes da neerlandesa, completou a prova gastando mais 1:52, e colocou-se na segunda posição provisória.

A partir daí, e até às últimas ciclistas a partir, só uma foi capaz de estabelecer um tempo de qualidade, a britânica Joscelin Lowden, colega de equipa de Tata Martins, que terminou com o tempo de 38:04 e se colocou na terceira posição provisória. Ellen van Dijk estava na hot-seat, e foi lá que viu as últimas ciclistas saírem e chegarem. Alena Amialiusik, Emma Norsgaard e Leah Kirchamnn não desafiaram sequer os tempos de Markus, que era quarta, e foram as últimas ciclistas a decidirem as medalhas!

A francesa Juliette Labous foi a primeira delas a sair e a chegar, terminando com um grande tempo de 37:52, que lhe deu a segunda posição provisória na meta. Logo a seguir chegaria a norte-americana Amber Neben com um grande registo! Aos 46 anos, Neben ainda consegue estar na luta pelos primeiros lugares no contrarrelógio e isso é algo de muito valor! 37:29 foi o tempo da norte-americana, que se colocou na segunda posição provisória. Atrás de si chegava a alemã Lisa Brennauer em 37:34, para se colocar na terceira posição, mas a emoção estava ainda por chegar.

Marlen Reusser vinha a estabelecer os melhores tempos em todos os parciais intermédios, mas estava apenas 3s melhor que van Dijk! Porém, a suíça acabaria por quebrar já nos kms finais, e ceder alguns segundos para a neerlandesa, para fechar na segunda posição a apenas 10s de distância! Inglório, ainda para mais no dia do seu 30º aniversário! A última ciclista a sair foi Annemiek van Vleuten e, claro, sem a apetência física de van Dijk e Reusser, Vleuten não conseguiu reproduzir os mesmos tempos. Ainda assim, fazendo uma prova em crescendo, a Campeã Olímpica da Especialidade fez o tempo de 36:29, a uma média de 49.8km/h, para assegurar a conquista do bronze.

Daniela Campos foi a representante das cores portuguesas, terminando na 41ª posição, com o tempo de 41:52, a 5:47 da vencedora, numa prova com boas sensações para a mais jovem ciclista à partida, e que chegava de vários meses sem competir após recuperação de um problema de saúde.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock