Tripleta para Magnus Cort!

O dinamarquês Magnus Cort (EF Education – Nippo) venceu a décima nona etapa da La Vuelta, uma ligação de 191.2km entre Tapia e Monforte de Lemos, batendo ao sprint os seus colegas de fuga, o português Rui Oliveira (UAE Team Emirates), e o norte-americano Quinn Simmons (Trek – Segafredo).

A décima nona etapa da La Vuelta começou a todo gás. Magnus Cort, Lawson Craddock (EF Education – Nippo), Rui Oliveira, Jan Polanc (UAE Team Emirates), Quinn Simmons, Anthony Roux (Groupama – FDJ), Arnaud Demare (Groupama -FDJ), Fabio Aru (Team Qhubeka NextHash), Mark Padun (Bahrain Victorious), Andreas Kron (Lotto Soudal), Andrea Bagioli (Deceuninck – Quick Step) Nico Denz (Team DSM), Antonio Soto (Euskaltel – Euskadi), Mikael Cherel (AG2R Citroen Team), Damien Touze (AG2R Citroen Team), Jay Vine (Alpecin – Fenix), Robert Stannard (Team Bike Exchange), Pelayo Sanchez (Burgos – BH), Ander Okamika (Burgos – BH), Julen Amezqueta (Caja Rural – Seguros RGA), Aritz Bagues (Caja Rural – Seguros RGA), Oier Lazkano (Caja Rural – Seguros RGA), Eddy Finé (Cofidis) e Patrick Gamper (Bora – Hansgrohe) saíram do pelotão e formaram a fuga do dia.

A 169km do fim, na primeira contagem do dia, Magnus Cort foi o primeiro a passar no alto batendo Fabio Aru. Na segunda contagem do dia, a 156km do fim, Finé, Demare, Gamper, Lazkano, Bagues e Okamika perderam o contacto com a frente da corrida e Aru foi o primeiro a passar no alto. A 130km do fim, na última contagem do dia, Mikael Cherel foi o primeiro a passar no alto. A fuga tinha 1:50 de vantagem sobre o pelotão, onde a Team DSM aumentava o ritmo.

A 60km do fim, Rui Oliveira atacou, pois não havia colaboração no grupo da frente. 5km depois, o português recebeu a companhia de Simmons, Cort, Craddock, Denz, Touzé, Padun, Kron, Roux, Soto e Bagioli, com o grupo a ter 1:05 de vantagem sobre o pelotão. A 43km do fim, Louis Meintjes (Intermaché – Wanty – Gobert) sofreu uma grave queda e foi obrigado a abandonar a prova. Um abandono muito injusto, pois Meintjes estava a fazer a sua melhor grande volta.

A 34km do fim, a diferença entre a fuga e o pelotão era de 30s e o grupo voltava a não colaborar. Simmons decidiu atacar e levou consigo Rui Oliveira. 8km depois, os dois receberam a companhia de Cort, Craddock, Roux, Bagioli e Kron e tinham uma vantagem de 28s. A Team DSM e a Team BikeExchange aumentavam o ritmo na frente do pelotão.

A 10km da meta, a diferença entre os sete da frente e o pelotão era de 19s. 3km depois, os sete conseguiram aumentar a vantagem para 30s. No último km a vantagem dos sete era de 22s, e Craddock estava na frente do grupo para lançar o sprint para Cort. Nos últimos 300m, Simmons lançou o sprint, mas, vindo de trás, Cort passou o americano. Rui Oliveira estava na roda certa, mas não teve pernas para passar Cort, que venceu pela terceira vez nesta edição da La Vuelta.

Nelson Oliveira (Movistar Team) foi 38º a 18s.

Primoz Roglic (Jumbo – Visma) mantém a liderança da classificação geral, Fabio Jakobsen (Deceuninck – Quick Step) mantém a liderança da classificação por pontos, Michael Storer (Team DSM) mantém a liderança da classificação da montanha e Egan Bernal (Ineos Grenadiers) mantém a liderança da classificação da juventude.

Os metros finais

Classificações Completas

Classificações do Passatempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock