Toda a gente ficou a ver Demare vencer de novo! João Almeida mantém rosa!

O francês Arnaud Demare da Groupama – FDJ venceu a etapa 6 do Giro d’Itália, uma ligação de 189km entre Castrovillari e Matera, batendo ao sprint o australiano Michael Matthews da Team Sunweb e o italiano Fabio Felline da Astana, ambos com o mesmo tempo do vencedor.

Sexta etapa do Giro d’Itália, uma etapa com um final complicado para os principais sprinters, que se esperava ter uma série de ataques potencialmente perigosos para os que ainda restassem como Sagan e Matthews. A fuga do dia formou-se logo nos primeiros kms de etapa, com um quarteto composto por James Whelan (EF Pro Cyling), Marco Frapporti (Vini Zabu KTM), Mattia Bais (Androni Giocatolli Sidermec) e Filippo Zana (Bardiani).

O pelotão deu tempo à fuga, que chegou a ter uns surpreendentes 9 minutos de vantagem, mas a Bora – Hansgrohe controlou o pelotão e reduziu o tempo com facilidade. A etapa não teve grande história até faltarem 37km para o final. João Almeida estava com problemas no rádio e o vento fazia-se sentir, com o ciclista português a ter de parar para apertar o jersey, porque poderia provocar uma queda se não o fizesse. Acontece que o português pára com 3 colegas de equipa, e Brandon McNulty (UAE Team Emirates) vinha completamente distraído, acertando em João pelas costas. Por sorte o português foi capaz de se segurar com a mão no rail e não sofrer com isso, voltando depois rapidamente à frente do pelotão com o comboio da Deceuninck – QuickStep.

A fuga foi-se partindo na única subida categorizada do dia, uma terceira categoria com o seu topo a menos de 27km para o final, com Whelan a ser o único a aguentar-se e a ser alcançado com pouco menos de 14km por percorrer. As acelerações surgiram nos kms finais, principalmente na fase mais dura, com a Bora – Hansgrohe e a Trek – Segafredo na frente, e o camisola rosa João Almeida sempre muito bem colocado.

A luta pela etapa acabou por ver um pelotão muito alongado entrar nas duas últimas curvas, e a Groupama a colocar Arnaud Demare no local correto para lançar o sprint sem resposta dos adversários, e vencer com grande margem perante um pelotão que não teve capacidade de responder. Michael Matthews começou a sprintar já bastante tarde, fechando em segundo, enquanto Peter Sagan não correspondeu ao trabalho da equipa durante todo o dia e foi apenas oitavo.

João Almeida fechou em 25º, conservando a liderança na classificação geral e da juventude, enquanto Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) permanece como o líder da montanha. Com a vitória de hoje, Arnaud Demare é também o novo líder da classificação dos pontos.

João Almeida continua na liderança da geral!

Afonso Pereira vence etapa no Passatempo Ciclismo Mundial! Luís Silva segue líder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Nem um empurrão de Serrano tirou a primeira vitória profissional de Edward Planckaert!

Edward Planckaert (Alpecin-Fenix) ganhou a primeira etapa da Vuelta a Burgos, batendo Gonzalo Serrano (Movistar) sobre a linha de meta, mesmo depois de ter levado um empurrão do espanhol. Numa chegada coincidente com uma rampa em Burgos, uma aceleração de Romain Bardet (Team DSM) com quatro corredores foi sucificente para abrir uma brecha, e quintento […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock