Tim Merlier vence Brussels Classic!

O belga Tim Merlier (Alpecin – Fenix) venceu a Brussels Classic, uma prova com 203.7km de extensão e partida e chegada na capital belga, batendo ao sprint o italiano Davide Ballerini (Deceuninck – QuickStep) e o francês Nacer Bouhanni (Team Arkea – Samsic).

A chuva marcou a corrida e deixou a estrada bem molhada durante todo o percurso. As constantes rampas prometiam fazer a diferença e um trio esteve à ofensiva na fase final. Jasper Philipsen (UAE Team Emirates), Aime de Gendt (Circus – Wanty Gobert) e Ilan van Wilder (Lotto – Soudal) atacaram por várias vezes para tentar descarregar os homens com menos capacidade nas rampas, mas Florian Senechal (Deceuninck – QuickStep) anulou as tentativas de todos!

A Arkea – Samsic lançou o sprint para Bouhanni, mas Tim Merlier arrancou primeiro e com mais forças que toda a gente, para vencer a edição de 2020 da Clássica de Bruxelas. Ballerini saiu de trás de Bouhanni para o passar nos últimos 50m, mas mal cruzaram a linha de chegada, Bouhanni escorregou e caiu, com Ballerini também a não conseguir virar, e a embater numas barreiras de proteção depois da chegada. Esperemos pelas próximas notícias para confirmar que está tudo bem com os dois ciclistas.

Os gémeos Oliveira marcaram presença na prova no apoio a Gaviria e Jasper Philipsen, com Ivo a finalizar em 86º a 1:42, e Rui em 99º a 4:07.

Queda no final da clássica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg vence etapa em dia de aniversário!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a Etapa 1, primeira em linha, da Volta à Eslováquia no seu 25º aniversário, somando mais uma vitória à sua equipa Deceuninck-QuickStep. Graças às bonificações, subiu à liderança da geral. Um comboio perfeito da QuickStep de três homens emergiu e o homem do costume, Michael Mørkøv (Deceuninck-QuickStep), lançou de forma perfeita […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock