Tata Martins no pódio da Ronde de Mouscron! Consonni conquista a primeira vitória da época!

A ciclista portuguesa Tata Martins (Drops – Le Col s/b Tempur) foi hoje terceira classificada na primeira edição da Ronde de Mouscron, prova de categoria 1.1 que se correu no dia seguinte à Volta a Flandres. A vitória sorriu à sprinter italiana Chiara Consonni (Valcar – Travel & Service), que conquistou assim a primeira vitória do ano, com a eslovena Jelena Eric (Movistar) a ser segunda classificada. Este é o melhor resultado da equipa britânica esta temporada, e o primeiro pódio de 2021, conquistado assim pela ciclista portuguesa!

Um circuito de 12.5km na região de Mouscron esperava as ciclistas, que teriam de percorrer 10 voltas ao mesmo, num total de 125km. A corrida começou um pouco agitada com alguns abandonos após quedas, e nas três primeiras voltas ninguém conseguiu escapar, com o ritmo elevado a alongar bastante o pelotão. Diversas ciclistas foram tentando sair do pelotão na quarta volta, mas o elevado ritmo e a agitação impediram o sucesso das escapadas.

Catalina Soto Campos (NXTGRacing) e Claudia Jongerius (Bingoal Casino – Chevalmeire) conseguiram alguma vantagem a meio da corrida, e graças a um novo ataque da Valcar – Travel & Service, mais 9 ciclistas se juntaram ao duo, formando uma escapada de 11 ciclistas. A Drops – Le Col s/b Tempur e outras equipas acabaram por impedir a fuga de vingar e alcançaram as adiantas ainda com 4 voltas para o final.

A francesa Jade Wiel (FDJ Nouvelle – Aquitaine Futuroscope) atacou a 46.5km da chegada, mas não conseguiu mais do que 4.5km de fuga e foi alcançada a 42km do final, numa altura em que Tata Martins furou, mas rapidamente conseguiu reentrar no pelotão. A NXTGRacing animou a antepenúltima das voltas com diversos ataques, mas a Valcar controlou sempre as tentativas e neutralizou-as todas, numa fase em que o pelotão já estava a perder unidades.

A alemã Mieke Kroger (Team Coop – Hitec Products) atacou à entrada da penúltima volta na companhia de Alba Teruel Ribes (Movistar), e pouco depois o grupo passou a cinco unidades quando se juntaram Martina Alzini (Valcar – Travel & Service), Maelle Grossetete (FDJ Nouvelle – Aquitaine Futuroscope) e Kathrin Schweinberger (Doltcini – Van Eyck – Proximus). A iniciativa, porém, não teve sucesso, com o quinteto a ser alcançado pouco antes de começar a última volta.

Os comboios começaram a surgir a 8km do final, e a chuva também apareceu na meta para dificultar ainda mais a discussão da vitória. A 5km da chegada, uma queda envolvendo Jesse Vandenbulcke (Lotto Soudal) acabou por partir o pelotão, que a um ritmo bastante rápido entrou nos kms finais. A Drops e a FDJ comandaram o antepenúltimo km com os comboios a formarem-se, e a Movistar e a Ale BTC Ljubljana a aparecerem pouco depois. A Movistar foi quem teve mais elementos para lançar o sprint e a equipa espanhola assumiu essa responsabilidade, mas Consonni apanhou a roda da equipa e aproveitou o lançamento para conquistar a primeira vitória do ano.

Destaque também para Daniela Campos (Bizkaia – Durango), que conquistou também o melhor resultado da temporada, ao terminar na 27ª posição, a 10s de Consonni.

O sprint final

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock