Super Lorena Wiebes vence pela segunda vez na carreira a Ronde van Drenthe!

A neerlandesa Lorena Wiebes (Team DSM) venceu a Ronde van Drenthe, uma clássica de 156km entre Assen e Hoogeveen, batendo ao sprint a italiana, Campeã do Mundo, Elisa Balsamo (Trek – Segafredo) e a belga Lotte Kopecky (Team SD Worx).

A Ronde van Drenthe começou com Kerry Jonker (Andy Schleck – CP NVST – IMMO Losch) a sair do pelotão e a formar a fuga do dia, conseguindo uma vantagem de 2:00. Quando o paralelo chegou, o pelotão aumentou o ritmo e, a 100km do fim, Jonker foi alcançada. A Trek – Segafredo continuou com um ritmo alto e provocou vários cortes no pelotão.

Na primeira passagem no Col du VAM, a Campeã da Europa, Ellen Van Dijk (Trek – Segafredo) acelerou e provocou um corte, mas na zona plana tudo voltou a juntar-se. A 57km do fim, na segunda passagem no Col du VAM, Marta Jaskulska (Liv Racing XSTRA) e Teuntje Beekhuis (Jumbo – Visma) atacaram e ganharam algum espaço, mas em menos de 7km as duas foram alcançadas, devido ao forte ritmo da Trek – Segafredo.

A 42km do fim, antes do Col du VAM, Marlen Reusser (Team SD Worx) e Elise Chabbey (Canyon // SRAM Racing) aceleraram e provocaram um corte no pelotão, ficando um grupo de 25 ciclistas na frente. Na terceira passagem no Col du VAM, Van Dijk voltou a acelerar e levou consigo Floortje Mackaij (Team DSM), Elena Cecchini (Team SD Worx) e Romy Kasper (Jumbo – Visma), mas a 35km do fim, as quatro foram alcançadas.

Perfil da Ronde van Drenthe

Logo a seguir, Mischa Bredewold (Parkhotel Valkenburg) e Jip Van de Bos (Jumbo – Visma) saíram do pelotão. Pfeiffer Georgi (Team DSM), Alison Jackson (Liv Racing) e Reusser saíram no seu encalço e chegaram às duas da frente. O pelotão cometeu o erro de se enganar no percurso e as cinco da frente conseguiram aumentar a sua vantagem, mas a Trek – Segafredo e a Canyon // SRAM Racing voltaram a impor um grande ritmo no pelotão e, a 18km da meta, as cinco da frente foram alcançadas. Na última passagem no Col du VAM, Riejanne Markus (Jumbo – Visma) acelerou e um grupo de 22 ciclistas ficou na frente.

A 10km da meta, ninguém estava a querer comandar a corrida e Nina Buijsman (Human Powered Health), Sarah Roy (Canyon // SRAM Racing), Anouska Koster (Jumbo – Visma) e Christine Majerus (Team SD Worx) saltaram do pelotão e conseguiram uma vantagem de 20s. Van Dijk aumentou o ritmo no pelotão e o ritmo das quatro da frente começou a diminuir. A 2.1km da meta, Kouster atacou, mas mesmo antes do último km, Van Dijk conseguiu fechar o espaço.

Nos metros finais, Chloe Hosking (Trek – Segafredo) fez o lançamento para Balsamo, mas, saindo no momento certo para o sprint, Wiebes não deu hipótese e conquistou a segunda vitória da temporada. A Campeã do Mundo, Balsamo, teve de se contentar com o segundo lugar após o fantástico trabalho da sua equipa ao longo da prova. Kopecky fechou o pódio.

A portuguesa Daniela Campos (Bizkaia – Durango) não terminou a corrida.

Os metros finais

O Pódio final

Pódio final com Elisa Balsamo – Lorena Wiebes – Lotte Kopecky (da esquerda para a direita)

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock