Super Kopecky bate Vleuten e conquista a Strade Bianche!

A Campeã Belga Lotte Kopecky (Team SD Worx) venceu a 8ª edição da Strade Bianche feminina, após 136km, 31 dos quais em sterratto com partida e chegada em Siena, terminando após a mítica Via Santa Catarina, na Piazza del Campo, batendo a neerlandesa Annemiek van Vleuten (Movistar) nos metros finais! A sul-africana Ashleigh Moolman-Pasio completou o pódio, 10s depois.

A oitava edição da Strade Bianche feminina viu a primeira fuga formar-se por volta do km 10, com Emily Newsom (EF Education – Tibco – SVB) e Rebecca Koerner (Uno-X Pro Cycling Team). O duo conseguiu uma vantagem que chegou próxima dos 3min, com o pelotão a controlar a corrida à distância, acabando por alcançar as escapadas com 53km do fim. As acelerações começaram pouco depois, com uma série de ataques e contra-ataques, mas sem que ninguém conseguisse ganhar uma vantagem significativa sobre o pelotão.

A 24km do fim, no antepenúltimo setor de sterratto, que incluía também uma subida, Vleuten tentou acelerar o ritmo, após Aude Biannic (Movistar) ter esticado o pelotão, para a líder da Movistar tentar mexer, mas sem sucesso, já que Lotte Kopecky (Team SD Worx) e Cecilie Uttrup Ludwig (FDJ – Nouvelle Aquitaine -Futuroscope) a marcaram de perto. A mexida de Soraya Paladin (Canyon // SRAM Racing) acabou por fazer diferenças e eliminou duas gregárias de Vleuten, reduzindo a dianteira da corrida a um grupo restrito de ciclistas.

O ritmo permaneceu alto, com a SD Worx a mexer constantemente! Lotte Kopecky atacou com menos de 22km e foi Grace Brown a única que saiu no seu encalço, mas sem sucesso. A Campeã Belga entrou no penúltimo setor com quase 20s de avanço sobre o grupo das favoritas, que era comandado por Vleuten e por Kasia Niewiadoma (Canyon // SRAM Racing). A diferença de ritmos era gritante e rapidamente Vleuten, Niewiadoma, Ludwig, Demi Vollering (Team SD Worx) e Marianne Vos (Jumbo – Visma) chegaram a Kopecky. Com Elisa Longo Borghini (Trek – Segafredo) em dificuldades, foi Shirin van Anrooij (Trek – Segafredo) a fazer a ponte com Ashleigh Moolman-Pasio (Team SD Worx), mas o grupo acabou por se juntar de novo com o término do setor.

A pouco mais de 14km, Chantal van den Broek-Blaak (Team SD Worx) esboçou também uma tentativa de ataque, que rapidamente foi fechado pelo trabalho da Canyon // SRAM Racing. No último setor de sterratto, Vleuten voltou a atacar e desta vez só Kopecky foi capaz de a seguir, com as restantes favoritas a cerca de 10s. A dupla foi seguindo na frente, mas só Vleuten trabalhava, com Kopecky a manter-se apenas e só na roda da neerlandesa. Pasio, Vollering, Vos, Ludwig, Niewiadoma e Longo Borghini seguiam no grupo perseguidor.

Com 8km por percorrer, Vleuten fazia as despesas da corrida na frente, enquanto Ludwig e Niewiadoma eram as únicas a trabalhar na perseguição. Borghini e Vos escondiam-se e não passavam pela frente. Com 7.8km, a junção aconteceu e foi Ashleigh Moolman-Pasio a atacar, com Vleuten a ser obrigada a responder de imediato. Vos e Vollering perderam alguns metros, mas com a falta de coordenação na frente, a junção voltou a acontecer com 6km. Demi Vollering tentou mexer de imediato, mas não teve sucesso. A cada novo esticão, Vollering perdia alguns metros, mas voltava a fechar o espaço pouco depois, porque não havia colaboração na frente entre as principais favoritas.

Com o ritmo em baixo, um quarteto com Shirin van Anrooij, Grace Brown, Silvia Persico (Valcar – Travel & Service) e —- (Canyon // SRAM Racing) reentrou, e o ritmo manteve-se alto na descida até à Via Santa Catarina, com Brown a assumir as despesas da corrida para Ludwig. Com 900m para o fim, Vleuten lançou um ataque fortíssimo, ao qual Kopecky respondeu sentada, com Pasio na sua roda! Ludwig tentou fechar o espaço no seu ritmo, mas não foi capaz de seguir na fase com mais pendente. Apenas Kopecky aguentou na roda de Vleuten, e foi já nos metros finais que a Campeã Belga conseguiu passar Vleuten para levantar os braços na Piazza del Campo e obter a maior vitória da sua carreira! Pasio fechava o pódio, com Niewiadoma e Ludwig a chegarem logo a seguir.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock