Sunweb dá outra aula de como ganhar no Tour!

O dinamarquês Soren Kragh Andersen venceu a décima quarta etapa do Le Tour de France, uma ligação de 194km entre Clermont – Ferrand e Lyon, batendo o esloveno Luka Mezgec (Mitchelton – Scott), e o italiano Simone Consonni (Cofidis), ambos a 15 segundos do vencedor.

Etapa 14 do Le Tour de France, um dia onde se poderia retomar a luta pela camisola dos pontos, mas que acabou por ver a Bora – Hansgrohe falhar redondamente. O dia começou com uma série de ataques a não sucederem, até Edward Theuns (Trek – Segafredo) e Cees Bol (Team Sunweb) saíram do pelotão e foram ganhando 15, 20 segundos… A Bora acelerou para tentar colocar Peter Sagan na frente, mas não teve sucesso, e quem acabou por fazer a ponte foi Stefan Kung (Groupama – FDJ), com Bol a deixar-se ficar para trás pouco depois.

O pelotão seguiu com calma perante os dois escapados, mas na rampa ao km 32 a Bora acelerou com Maximilian Schachmann, para partir o pelotão e que Sagan conseguisse escapar à rede da Deceuninck, o que sucedeu, mas poucos seguiram a iniciativa, e o eslovaco apenas conseguiu roubar 5 pontos ao irlandês Sam Bennett.

O duo da Bora deixou-se ficar, enquanto o duo da frente foi ganhando tempo, até chegar ao Col du Beal, a única contagem de segunda categoria do dia, com 5:45 de vantagem. Kung deixou Theuns que não conseguia subir a um bom ritmo, e seguiu sozinho, cruzando o alto já com apenas 3:00 de vantagem, com o pelotão a acelerar para deixar Bennett para trás, o que acabou por acontecer.

Ao km 93 a CCC juntou-se à Bora, e as duas equipas trabalharam, até deixarem Bennett sem hipóteses de reentrar no pelotão, com Kung a ser alcançado ao km 104, depois de inúmeros kms em solitário. O pelotão estava já reduzido a metade e a bom ritmo seguiu, até se entrar nas rampas finais, onde os ataques começaram a suceder. Tiesj Benoot (Team Sunweb) foi o primeiro, com Thomas de Gendt (Lotto Soudal) e Lennard Kamna (Bora – Hansgrohe) a responderem, mas o pelotão a conseguir sempre alcançá-los.

A 3.5km do final foi a vez de Soren Kragh Andersen (Team Sunweb) atacar, abrir espaço a descer, e segurar a vantagem num final plano, para vencer pela primeira vez no Tour de France, e dar a segunda vitória à Sunweb nesta edição do Tour. O pelotão, ou o que dele restava, chegou a 15 segundos, com Luka Mezgec (Mitchelton – Scott) a ser o primeiro do pelotão a cruzar a meta, e Sagan a ser apenas quarto, não concretizando uma oportunidade de ganhar 50 pontos a Sam Bennett, que lhe pode hipotecar a vitória na camisola da regularidade.

Nelson Oliveira foi 82º a 6:42, e segue na mesma em 60º na geral a 1:40:45 de Roglic, que vai de amarelo para a etapa mais dura da última semana. Tadej Pogacar, Sam Bennett e Benoit Cosnefroy mantêm as lideranças da juventude, pontos e montanha, respetivamente.

No passatempo, vitória de Flávio Vale! Daniel Meneses segue líder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock