Simone Velasco em ataque até à vitória! Dorian Godon retém a liderança!

O italiano Simone Velasco (Gazprom – RusVelo) venceu a terceira etapa do Tour du Limousin, uma ligação de 184.2km entre Bugeat Espace 1000 Sources e Lubersac, batendo os seus companheiros de fuga Simon Geschke (Cofidis) e Luca Wackermann (EOLO – Kometa) por 11s.

A terceira jornada do Tour du Limousin trazia uma etapa que no papel seria para os sprinters, mas muito jogou e a animação foi uma constante ao longo do dia, gerando uma corrida partida. A jornada apresentava três contagens de montanha, mas nada que pudesse ser uma ameaça a que os sprinters discutissem a vitória no final. Porém, não foi bem assim que acabou por acontecer

No Côte de Suc au Mary (média de 7,5%), ao km 50, o pelotão estava completamente cortado depois de diversos ataques. Victor Lafay (Cofidis), Thibaut Pinot (Groupama – FDJ) e Benoit Cosnefroy (AG2R Citroen Team) atacaram e ganharam alguma vantagem, com o líder Dorian Godon (AG2R Citroen Team) em dificuldades a perseguir. Pinot foi o primeiro a alcançar o topo da subida, à frente de Lafay e Cosnefroy, mas como ainda faltavam 130km, e Cosnefroy não colaboraria com o camisola amarela na sua equipa em dificuldades, o trio foi incapaz de seguir escapado e Godon voltou a juntar com um grupo grande de ciclistas.

Pouco depois o pelotão rolava já com a maior parte dos velocistas, e uma nova fuga acabou por ganhar espaço, com Petr Vakoc (Alpecin – Fenix), Simon Geschke, Jose Manuel Díaz (Delko), Davide Gabburo (Bardiani – CSF – Faizané), Simone Velasco, Pierre Rolland (B&B Hotels p/b KTM), Velko Stojnic (Vini Zabú – KTM), Antonio Angulo (Euskaltel – Euskadi) e Luca Wackermann. A fuga foi sempre controlada e nunca chegou a mais de um minuto e meio, já que Díaz, Gabburo e Velasco eram um potencial perigo para a camisola amarela de Godon.

A 10km do final, a distância era ainda de um minuto e foi o suficiente para que o pelotão não fosse capaz de alcançar o grupo. Foi já a 3km do fim que a corrida se decidiu, com um ataque de Velasco a permitir que o italiano se isolasse e não mais fosse alcançado pelos seus companheiros de fuga. O grupo chegaria 11s depois do italiano com Simon Geschke a levar a melhor no sprint pela segunda posição. O pelotão cortou a meta 22s depois do vencedor, com Dorian Godon integrado, na 29ª posição.

Dorian Godon permanece na liderança da classificação geral e da juventude, enquanto Thibaut Pinot é agora o novo líder da classificação dos trepadores. Romain Cardis (St. Michel – Auber 93) lidera a classificação dos sprints intermédios.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock