Silvia Zanardi, Romain Gregoire e Linda Riedmann são os novos Campeões da Europa de Fundo! António Morgado e Sofia Gomes nos 20 melhores!

Decorreram durante os dias de hoje as provas de fundo dos Campeonatos da Europa para os escalões de Juniores Masculinos, Juniores Femininas e Sub-23 Femininas, todas elas disputadas no circuito ao redor de Trento. O percurso de 13.2km incluía a subida à localidade de Povo, com 3.6km a 4.7% de pendente média, com o pelotão a arrancar 1.4km antes da linha de meta. As Juniores Femininas completariam 5 voltas ao circuito, as Sub-23 completariam 6 voltas e os Juniores Masculinos 8 voltas.

Juniores Masculinos

Pódio Júnior com Hagenes – Gregoire – Martínez (da esquerda para a direita)

A prova masculina dos Juniores foi a primeira a ir para a estrada, bem cedo pela manhã, ainda eram 8h10 em Portugal Continental, com o francês Romain Gregoire a confirmar as expectativas que eram colocadas sobre si e a conquistar o triunfo, cumprindo os 107.2km do percurso em 2:35:42, batendo ao sprint o norueguês Per Strand Hagenes e o compatriota Lenny Martinez.

António Morgado foi um dos ciclistas em mais evidência, atacando na antepenúltima e na penúltima voltas. O português ainda ganhou alguma vantagem, mas a descida pedalável para Trento acabaria com a sua fuga das duas vezes, graças à perseguição que lhe era movida.

Gregoire triunfou ao sprint em Trento.

Foi já na última volta que tudo se decidiu, com a subida a fazer a diferença e a ver Romain Gregoire, Per Strand Hagenes e Lenny Martinez atacarem e ganharem 10s sobre o pelotão. Morgado seguia mal colocado, após uma queda ter acontecido à sua frente, e não conseguiu responder. Gonçalo Tavares foi o único a mover perseguição, mas sem colaboração de outras seleções como Alemanha, Espanha, Bélgica, Itália ou Suíça, que tinham vários elementos no grupo, a junção não aconteceu e o trio acabou por discutir a vitória, com Gregoire a levar a melhor ao sprint.

Morgado terminaria em 20º e Tavares em 29º, ambos a 10s do vencedor, enquanto Tiago Clemente foi 61º, a 4:23, e Tiago Nunes 69º, a 7:49, tendo sofrido também uma queda. Ruben Rodrigues e Sérgio Saleiro não terminaram.

Juniores Femininas

Pódio Júnior com Ciabocco – Riedmann – Rayer (da esquerda para a direita)

As juniores femininas arrancaram pouco após a hora de almoço, para cumprirem 67.6km de prova, que englobavam cinco voltas ao circuito local. A alemã Linda Riedmann foi a vencedora, cumprindo o percurso em 1:53:09, batendo ao sprint a italiana Eleanora Ciabocco e a francesa Eglantine Rayer.

Linda Riedmann triunfou ao sprint nas Juniores.

Foi já na penúltima volta que tudo se decidiu, quando um grupo de cinco ciclistas ganhou vantagem a um pelotão já reduzido. As cinco conseguiram ganhar vantagem progressivamente, e o curto pelotão que perseguia, e se ia selecionando cada vez mais, não foi capaz de as alcançar. No sprint pela decisão, apesar da vantagem italiana, foi a Alemanha a levar a melhor, com Riedmann a superiorizar-se a Ciabocco e a conquistar o Ouro.

Sofia Gomes foi a melhor Júnior Portuguesa na 18ª posição.

Sofia Gomes foi a melhor portuguesa em prova, concluindo na 18ª posição, a 1:17 da vencedora, integrada no grupo principal de ciclistas que cortou a meta atrás do quinteto que discutiu a vitória. O ritmo que foi colocado desde início acabou por desfazer as hipóteses de Mariana Líbano e de Beatriz Pereira, que acabaram por abandonar, devido a terem descolado sem retorno numa fase intermédia da corrida.

Sub-23 Femininas

As ciclistas Sub-23 fechariam o dia em Trento, com uma corrida de 80.8km para coroar a nova Campeã Europeia! Foi já no final que a Itália levantaria os braços e faria a festa em casa, com Silvia Zanardi a superiorizar-se no sprint a final à húngara Blanka Vas e à francesa Evita Muzic, após 2:11:15 de corrida, para conquistar o Ouro Europeu.

Silvia Zanardi venceu a prova das Sub-23 num sprint a três.

Numa corrida que também se viu desde cedo muito rápida, o pelotão foi-se selecionando progressivamente a cada volta, ficando cada vez mais reduzido às melhores puncheurs presentes. Tata Martins acabou por ser uma das vítimas na fase inicial da corrida, perdendo contacto ainda na segunda de seis voltas e acabando por abandonar, após se encontrar já bastante longe da frente.

Tata Martins não terminou a prova Sub-23.

A França acabou por jogar na penúltima volta, com Marie Le Net a atacar e a entrar na penúltima volta com 19s de vantagem sobre o pelotão comandado pela Alemanha com Hannah Ludwig. Foi já dentro da última subida a Povo que a corrida se decidiu, quando Vas, Muzic e Zanardi se isolaram e mais ninguém as conseguiu perseguir. No final, Muzic e Vas não conseguiram descartar a italiana, que as bateu ao sprint para conquistar o Ouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock