Scott McGill vence etapa 1 da Volta a Portugal em final acidentado!

O estadunidense Scott McGill (Wildlife Generation Pro Cycling) venceu a etapa 1 da Volta a Portugal, uma ligação de 193.7km entre Vila Franca de Xira e Elvas, batendo ao sprint o líder da juventude, o britânico Oliver Rees (Trinity Racing) e o uruguaio Maurício Moreira (Glassdrive – Q8 – Anicolor), num final acidentado marcado por uma queda a 2.2km do fim.

A primeira etapa da Volta a Portugal começou com um ritmo elevado, com a formação da fuga do dia a acontecer rapidamente após um ataque do britânico Fergus Browning (Trinity Racing), que foi seguido por João Macedo (LA Alumínios / Credibom / Marcos Car) e José Maria Segura (Electro Hiper Europa – Caldas). Viktor Manakov (ABTF – Feirense) tentou depois fazer a ponte já com muito esforço, e acabou por conseguir, formando assim uma quarteto na frente que ganhou cerca de 4min sobre o pelotão.

A Glassdrive – Q8 – Anicolor controlou o ritmo durante todo o dia, com Afonso Eulálio e Fábio Costa a trabalharem de forma afincada para a manutenção da camisola amarela por parte de Rafael Reis. Na frente da corrida, Browning venceu as duas primeiras metas volantes do dia, enquanto Macedo venceu a primeira contagem de quarta categoria em Montemor. A fuga começou pouco depois a desfazer-se, com Browning a abrir para o lado, após a segunda meta volante e Manakov a pagar a fatura de ter feito a ponte pouco depois.

Macedo e Segura resistiram na frente durante algum tempo, mas o espanhol acabaria também por ceder a 35km do fim! Macedo lutou por aguentar até à segunda contagem de montanha, mas não foi capaz e foi alcançado a 23km da chegada. Logo após esse momento, começaram também os ataques para a contagem, com a LA a tentar defender a liderança virtual, mas a não ser capaz de resistir ao já conhecido destas andanças, Hugo Nunes (Rádio Popular – Paredes – Boavista), que venceu o sprint frente a Rodrigo Caixas.

Após a contagem, Kyle Murphy e Joey Rosskopf (Human Powered Health), o terceiro classificado da geral, escaparam e mantiveram uma vantagem que chegou a ser de 25s. O pelotão procurou manter a dupla próxima, mas quando Murphy acabou por abrir a menos de 5km do fim, a tarefa tornou-se mais fácil. Rosskopf ainda lutou, mas foi alcançado a menos de 2km do fim. Antes disso, uma queda aconteceu a 2.2km da meta, envolvendo Tiago Antunes (Efapel Cycling), Tiago Machado (Rádio Popular – Paredes – Boavista), André Cardoso (ABTF – Feirense), mas também o candidato à vitória na etapa, Tomas Contte (Aviludo – Louletano – Loulé Concelho), que ficou com a bicicleta partida a meio!

Um pequeno grupo com cerca de 35 ciclistas encaminhou-se para a meta, com a Wildlife Generation Pro Cycling a assumir o controlo para lançar o sprint. Maurício Moreira tentou surpreender com Oliver Rees, mas foi Scott McGill a não dar hipótese à concorrência e a conquistar a sua primeira vitória da carreira!

Devido à queda, os principais líderes não perderam tempo, já que aconteceu nos últimos 3km, e por isso Rafael Reis (Glassdrive – Q8 – Anicolor) mantém a liderança da geral e Oliver Rees da juventude. McGill é o primeiro líder da classificação por pontos e Nunes da montanha.

Foto: João Fonseca

Classificações

Results powered by FirstCycling.com

Classificações do Passatempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock