Sam Bennett não para de brilhar!

O irlandês Sam Bennett (Deceuninck – QuickStep) venceu a etapa 5 do Paris – Nice num sprint velocíssimo, batendo Nacer Bouhanni (Arkéa – Samsic) e Pascal Ackermann (Bora – Hansgrohe) na meta em Bollène. Primoz Roglic (Jumbo – Visma) ainda foi ao chão, com 35km para percorrer, mas o esloveno remontou rapidamente na bicicleta e terminou em segurança no pelotão para reter a liderança geral.

Foi a segunda vitória de Bennett neste Paris – Nice e a sua quarta nesta temporada! O irlandês foi forçado a fazer um esforço adicional para recuperar o seu lugar no comboio Deceuninck – QuickStep mesmo à entrada do km final, mas isso nada impediu que ele cruzasse a meta na frente, perante um grande trabalho da sua equipa que o deixou na posição perfeita para a vitória, sem que alguma das equipas rivais pudesse sequer pensar em passar o comboio Wolfpack!

Roglic caiu juntamente com Tony Martin a 35km do final e o alemão é acabou por abandonar a corrida de ambulância. Ainda não temos informações sobre a situação do corredor, mas ele queixava-se bastante do ombro e o mais provável é que seja mesmo uma clavícula partida.

Na classificação geral, a liderança de Roglic foi reduzida para 31 segundos após o campeão de 2020 Maximilian Schachmann (Bora – Hansgrohe) ter recuperado 4 segundos com as bonificações nos dois sprints intermédios do dia. Brandon McNulty (UAE Team Emirates) continua em terceiro lugar na classificação geral a 37 segundos de Roglic.

Rui Oliveira fechou na 14ª posição depois deixar Kristoff bem colocado para ao sprint. Rui Costa chegou integrado no pelotão em 72º.

Amanhã recomeça uma série de 3 etapas de montanha.

Último Km

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Nem um empurrão de Serrano tirou a primeira vitória profissional de Edward Planckaert!

Edward Planckaert (Alpecin-Fenix) ganhou a primeira etapa da Vuelta a Burgos, batendo Gonzalo Serrano (Movistar) sobre a linha de meta, mesmo depois de ter levado um empurrão do espanhol. Numa chegada coincidente com uma rampa em Burgos, uma aceleração de Romain Bardet (Team DSM) com quatro corredores foi sucificente para abrir uma brecha, e quintento […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock