Rui Costa novo campeão nacional!

O poveiro Rui Costa (UAE Team Emirates) sagrou-se hoje campeão nacional de fundo em elites masculinos, após vencer a prova de 164.8km com partida e chegada na Zona Industrial de Gandra em Paredes! Rui Costa bateu Daniel Mestre (W52 – FC Porto) sobre o risco de meta, por meia roda, o suficiente para lhe dar o segundo título de fundo em elites na carreira. No terceiro lugar terminou Francisco Campos (W52 – FC Porto) a 28s.

Dia de campeonato nacional de fundo para os elites masculinos, a mais aguardada prova do fim de semana, que prometia uma dura corrida a todos os niveis para encontrar o novo campeão nacional! A corrida foi muito atacada desde o seu início com vários homens a tentarem ganhar vantagem para as suas equipas, mas a falta de colaboração devido aos nomes que tentavam sair não deixou as fugas ganharem vantagem significativa, e rapidamente eram absorvidas pelo pelotão.

Ao km80 começou a dar-se a movimentação decisiva quando 13 homens saltaram, em momentos distintos, para a frente da corrida: Rui Costa e Rui Oliveira (UAE Team Emirates), Rui Vinhas, Daniel Mestre, Francisco Campos e João Rodrigues (W52 – FC Porto), Frederico Figueiredo (Atum General – Tavira – Maria Nova Hotel), Luís Gomes e Henrique Casimiro (Kelly – InOutBuild – UD Oliveirense), Joni Brandão e Luís Mendonça (Efapel), João Benta (Rádio Popular – Boavista) e Daniel Freitas (Miranda – Mortágua). O grupo ficou junto ao km104 e rapidamente colocou o pelotão a 2 minutos, vantagem que se estabilizou durante o resto da prova.

A W52 aproveitou a vantagem e foi colocando vários homens na frente para obrigar os adversários a trabalhar. João Rodrigues foi o primeiro, Francisco Campos depois, mas Rui Oliveira e Luis Mendonça não lhes deram muita margem e controlaram as saídas no grupo. Ao km115, Ivo Oliveira (UAE Team Emirates) atacou no pelotão, na tentativa de fazer a ponte para a frente, o que veio a conseguir ao km135.

A entrada na última volta foi com 14 homens no grupo da frente e a Emirates ao comando. O trabalho dos gémeos Oliveira foi exímio e eles abriram para o lado com 9km para o fim. 4km depois ataque de Rui Costa com o único capaz de responder a ser Daniel Mestre. O duo colaborou até ao final e entrou lado a lado na rampa final, com o português da Emirates a ser o mais forte e a vencer por meia roda de diferença!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg vence etapa em dia de aniversário!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a Etapa 1, primeira em linha, da Volta à Eslováquia no seu 25º aniversário, somando mais uma vitória à sua equipa Deceuninck-QuickStep. Graças às bonificações, subiu à liderança da geral. Um comboio perfeito da QuickStep de três homens emergiu e o homem do costume, Michael Mørkøv (Deceuninck-QuickStep), lançou de forma perfeita […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock