Simon Yates vence etapa final do Paris – Nice, e faz Roglic suar para conquistar a amarela! João Almeida é o principe da prova!

O britânico Simon Yates (BikeExchange – Jayco) venceu a etapa final do Paris – Nice, uma ligação de 115.6km com partida e chegada em Nice, batendo Wout van Aert e Primoz Roglic (Jumbo – Visma) por 9s, com o esloveno a escapar ao susto provacado por Simon Yates e a selar a vitória final na edição 80 do Paris – Nice.

Na jornada final deste Paris – Nice, o ritmo ofensivo e os ataques foram uma constante, com um grupo de ciclistas a escapar do pelotão nos primeiros 10km, mas a ser alcanaçado 20km depois, graças ao trabalho da Jumbo – Visma! A chuva e o frio faziam-se sentir, com Quentin Pacher (Groupama – FDJ) a ser o ciclista mais ativo na proteção da camisola da montanha do seu colega de equipa, Valentin Madouas (Groupama – FDJ).

O pelotão foi se partindo progressivamente, e uma vez mais foi Omar Fraile (Ineos Grenadiers) a fazer o estrago principal, que originaria um forte ataque de Daniel Martinez (Ineos Grenadiers), com 49km por percorrer, na penúltima subida do dia, o Côte de Peille. Van Aert foi quem respondeu, tendo Primoz Roglic, Nairo Quintana (Arkea – Samsic) e Simon Yates (BikeExchange – Jayco) na sua roda. Os cinco conquistaram uma grande vantagem para o grupo persguidor, que tanto estava a 45s, como a 1min, fazendo parecer difícil que nova união voltasse a acontecer.

Com 33km para a meta, Daniel Martinez sofreu um duro revés com um furo, e não mais voltou à frente da corrida, obrigando Adam Yates (Ineos Grendiers) a trabalhar no pelotão pouco depois, para que as suas perdas fossem menores. Após várias mexidas de Nairo Quintana, foi com 19km para o fim que a corrida se decidiu, num forte ataque de Simon Yates ao qual ninguém conseguiu responder de imediato. O britânico conseguiu uma vantagem de 20s no alto do Col d’Eze, com a dupla da Jumbo – Visma a trabalhar na sua perseguição. Mais atrás, o grupo dos principais favoritos vinha já a 1:30, com João Almeida (UAE Team Emirates) descolado e sem ajuda alguma de Brandon McNulty (UAE Team Emirates). O britânico seguiu depois isolado para o triunfo, batendo os dois super contrarrelogistas na fase plana, e conquistou assim uma importante vitória, que lhe valeu a manutenção do segundo lugar na classificação geral, enquanto Roglic era terceiro e assegurava a vitória na classificação geral final!

João Almeida terminou a etapa em 17º, a 2:19, e confirmou a vitória na classificação da juventude, enquanto Roglic levava para casa a camisola amarela. Wout van Aert venceu a classificação por pontos e Valentin Madouas a da montanha.

João Almeida que não teve grande suporte de Brandon McNulty, já que a UAE procurou alcançar a liderança da prova por equipas, acabou por sobreviver, chegando na 17ª posição e subindo ainda à 8ª posição da geral, conquistando assim a classicação da juventude por mais de 2 minutos de vantgem sobre Andreas Lekenessund.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock