Richie Porte ataca para conquistar etapa e ser líder no TDU

Richie Porte (Trek-Segafredo) atacou na subida final e não mais foi alcançado para se sagrar vencedor da etapa e consequentemente novo líder da prova australiana.

Porte conseguiu uma vantagem de cinco segundos sobre um grupo de perseguidores constituído por Rob Power (Team Sunweb), segundo na etapa, e Simon Yates (Mitchelton-Scott), terceiro, juntamente com Rohan Dennis (Team Ineos), Diego Ulissi (UAE), Daryl Impey (Mitchelton-Scott), Dylan van Baarle (Team Ineos), Simon Geschke (CCC Team) e George Bennett (Jumbo-Visma). Lucas Hamilton, da Mitchelton-Scott, cedeu mais oito segundos que o grupo e fechou o top 10.

Porte agradeceu o trabalho da equipa “Tiro o chapéu para os companheiros, eles fizeram um trabalho muito bom em controlar a etapa. Eu senti boas sensações no final da subida. Foi uma pena que houvesse um vento tão forte no final, porque realmente poderíamos ter causado algum dano”.

A defender o título de 2018 e 2019, Daryl Impey, apesar de continuar na 2ª posição da geral, está agora a seis segundos da liderança.

O nosso João Almeida foi 39º na etapa a 34 segundos de Porte, subindo à 82ª posição na geral a 6:05 e 12º na luta pela classificação da juventude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg termina com a seca das vitórias na primeira etapa do Tour de L’Ain!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a etapa 1 do Tour de l’Ain batendo Nacer Bouhanni (Arkéa-Samsic) e Bryan Coquard (Hotéis B&B) num sprint em Bourg-en-Bresse. Deceuninck-QuickStep trabalhou de forma perfeita nos quilómetros finais e deixaram Hodeg pronto para vencer. Hodeg ficou na frente e nem Bouhanni nem Coquard conseguiram disputar a vitória. Esta é a primeira […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock