Remco Evenepoel vence a Brussels Classic!

O belga Remco Evenepoel (Deceuninck – Quick Step) venceu a Brussels Classic, uma clássica de 205.3km entre Etterbeek e Bruxelles, batendo o compatriota Aimé de Gendt (Intermaché – Wanty – Gobert) por 50s. O belga Tosh Van der Sande (Lotto Soudal) foi terceiro a 2:14.

A Brussels Classic de 2021 começou com um ritmo baixo. Só a 173km do fim, Torstein Traen (Uno-X Pro Cycling Team), Lindsay de Vylder (Sport Vlaanderen – Baloise), Dimitri Peyskens (Bingoal Pauwels Sauces WB), Etienne Van Empel (Vini Zabù), Jules Hesters (BEAT Cycling), Robert Scott (Canyon DHB SunGod) e Gianni Marchand (Tarteletto – Isorex) formaram a fuga do dia. A 137km do fim, a fuga tinha uma vantagem de 2:55 sobre o pelotão.

Perfil da Brussels Classic

A 114km do fim, a diferença entre a fuga e o pelotão diminuiu para 2:11. A 83km do fim, Remco Evenepoel atacou e foi seguido por Victor Campenaerts (Team Qhubeka NextHash), Aimé de Gendt, Tosh Van der Sande, Philippe Gilbert (Lotto Soudal), Marc Hirschi (UAE Team Emirates) e Brandon McNulty (UAE Team Emirates), que se juntaram aos cinco da frente. A 64km do fim, Marchand teve um problema mecânico e perdeu o contacto com a frente da corrida. 2km depois, Scott cedeu. A 56km do fim, Gilbert e Campenaerts aceleraram e Traen e de Vylder cederam e a frente da corrida ficou reduzida aos sete ciclistas que saíram do pelotão.

A 52km do fim, Evenepoel atacou uma vez mais, mas Campenaerts não deixou que ele ganhasse vantagem. Os sete na frente tinham uma vantagem de 1:36 sobre o pelotão. 11km depois, Evenepoel e Campenaerts atacaram, Hirschi estava com dificuldades em aguentar no grupo. Durante 5km eles continuaram aos ataques, mas nenhum deles ganhou uma vantagem sobre o outro. A 38km do fim, De Gendt furou, mass voltou ao grupo em menos de 2km. Os sete da frente tinham uma vantagem de 1:50.

A 16km do fim, Evenepoel atacou e Aimé de Gendt foi o único a conseguir responder de imediato. Os dois ficaram sozinhos na frente devido a um engano dos outros ciclistas numa curva, acabando por seguir na direção errada. A 12km do fim, Evenepoel voltou a atacar e Aimé de Gendt não o conseguiu seguir. Quanto mais km eram percorridos, maior era a vantagem de Evenepoel e assim o jovem belga levou de vencida a Brussels Classics. Aimé de Gendt foi segundo a 50s e Tosh Van der Sande terceiro a 2:14.

Diogo Barbosa (Hagens Berman Axeon) foi o único português presente e não terminou a prova.

Pódio final

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock