Pauliena Rooijakkers em grande forma vence a Durango-Durango!

A neerlandesa Pauliena Rooijakkers (Canyon // SRAM Racing) venceu a Durango-Durango, uma clássica de 111km com partida e chegada em Durango, após protagonizar um grande ataque a 9km da meta. A norte-americana Veronica Ewers (EF Education-TIBCO-SVB) foi segunda a 15s e a dinamarquesa Cecilie Uttrup Ludwig (FDJ – Nouvelle Aquitaine – Futuroscope) foi terceira a 20s.

A Durango-Durango começou com diversas tentativas de ataque com Sheyla Gutierrez (Movistar Team), Naia Amondarain (Sopela Women’s Team) e Isabel Martin (Rio Miera – Cantabria Deporte) a formarem a fuga do dia. 15km depois, Amandorain perdeu o contacto com o grupo da frente e foi alcançada pelo pelotão. Nos kms iniciais da etapa, Demi Vollering (Team SD Worx) caiu e a neerlandesa foi transportada para o hospital.

A 37km do fom, Martin perdeu o contacto com a frente da corrida. 7km depois, Gutierrez tinha 1:12 de vantagem sobre Martin. A 28km do fim, Martin foi alcançada pelo pelotão. Logo a seguir, Brodie Chapman (FDJ – Nouvelle Aquitaine – Futuroscope) saiu do pelotão e a australiana foi seguida por Anna Shackley (Team SD Worx), Niamh Fisher-Black (Team SD Worx), Elise Chabbey (Canyon // SRAM Racing) e Kathrin Hammes (EF Education-TIBCO-SVB). 1km depois, Hammes perdeu o contacto com o grupo perseguidor.

A 24km do fim, as quatro perseguidoras juntaram-se a Gutierrez na frente da corrida. 2km depois, as cinco da frente tinham 15s de vantagem sobre o pelotão que era comandado pela EF Education-TIBCO-SVB. A 20km da meta, as cinco da frente foram alcançadas pelo pelotão. Logo a seguir, Fisher-Black atacou e a neozelandesa foi seguida por Rooijakkers, Ewers, Ludwig e Soraya Paladin (Canyon // SRAM Racing).

A 18km da meta, as cinco da frente tinham 36s de vantagem sobre o pelotão. Paladin impôs um forte ritmo na frente da corrida e a 12km da meta, a vantagem das cinco da frente era de 1:00. A 10km da meta, Paladin abriu e Rooijakkers aumentou o ritmo na frente da corrida. Ludwig decidiu não ir ao choque e impôs o seu ritmo. Uns metros depois, Ewers perdeu o contacto com a frente da corrida. A 9km da meta, Rooijakkers atacou e Fisher-Black não teve capacidade para responder à neerlandesa. No pelotão, Ashleigh Moolman-Pasio (Team SD Worx) atacou e a sul-africana tentava chegar à frente da corrida.

A 8km da meta, Fisher-Black recebeu a companhia de Ludwig e Ewers. Uns metros depois, Fisher-Black perdeu o contacto com o grupo perseguidor. A 5km da meta, Rooijakkers tinha cerca de 35s sobre Ludwig e Ewers e 1:25 sobre Moolman-Pasio e Fisher-Black. Rooijakkers conseguiu aguentar o forte ritmo das duas perseguidoras para conquistar a sua segunda vitória da carreira. Ewers foi segunda após ser mais forte que Ludwig, nos metros finais. Destaca-se a prestação da jovem ciclista Neve Bradbury (Canyon // SRAM Racing) que foi 8º a 1:40.

A portuguesa Beatriz Roxo (Rio Miera – Cantabria Deporte) foi 66º 12:49.

O Pódio Final

Pódio Final com Veronica Ewers – Pauliena Rooijakkers – Cecilie Uttrup Ludwig (da esquerda para a direita)

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Gustav Pedersen e Monique Halter vencem título europeu de júniores na capital portuguesa do ciclismo!

Hoje era o 3º dia de competição em Anadia, com a disputa dos títulos de XCO do escalão de Júniores. Nos masculinos iam competir pela nossa seleção Artur Mendonça, Guilherme Barros, Rafael Sousa, Francisco Silvestre, Tomás Gaspar e Eduardo Rodrigues. Nas femininas representaram Portugal as atletas Íris Chagas, Mariana Líbano, Marta Carvalho, Catarina Lopes, Laura […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock