O sucesso chega a quem sabe esperar! Marlen Reusser e Vittoria Guazzini são as novas Campeãs da Europa de contrarrelógio!

Depois de se estrear a vencer no World Tour esta temporada, de dominar o ciclismo Suíço, e de assinar um contrato de três anos com a SD Worx a partir de 2022, Marlen Reusser é a nova Campeã da Europa de Contrarrelógio, dominando a prova de 22.4km, que concluiu em 27:13, com a média de 49.38km/h, batendo a neerlandesa Ellen van Dijk por 19s e a alemã Lisa Brennauer por 1:02!

33 ciclistas partiram para este contrarrelógio individual em Trento, Itália, e, apesar dos tempos iniciais, foi só ao dorsal 25 que se marcou o primeiro tempo de referência, com a alemã Lisa Klein a terminar a sua prova em 28:35 e a colocar-se na cadeira quente. Entretanto chegaria também a neerlandesa Riejanne Markus com um belíssimo tempo de 28:56, que a colocaria na segunda posição provisória.

Várias ciclistas foram chegando depois, com tempos que lhes permitiam lutar pelo top5, top3 do momento, mas sem nunca colocar em causa a liderança da alemã. Emma Norsgaard acabou talvez por desiludir um pouco, terminando em 29:30, um tempo que não lhe deu mais do que a décima posição final, quando talvez se esperasse que a dinamarquesa lutasse pelas cinco primeiras. Entre as surpresas, a ucraniana Valeriya Kononeko concluiu o seu esforço em 29:04, conquistando a sexta posição final, e a Campeã Olímpica de Fundo, a austríaca Anna Kiesenhofer, marcou o registo de 29:12 que lhe daria a sétima posição final.

A luta pelas medalhas estaria reservada para a fase final da corrida, e se a alemã Lisa Brennauer já vinha a andar bem e a bater o tempo da compatriota Lisa Klein, atrás de si estava Marlen Reusser num autêntico modo canhão, a bater todos os registos do contrarrelógio. Reusser, que havia partido 1:00 antes de Brennauer, acabou por dobrá-la já nos últimos 3km, para fechar com o melhor tempo de 27:13, com a alemã logo atrás, a concluir em 28:15. A dupla dobrou ainda a italiana Vittoria Bussi, que havia partido à sua frente, com a alemã a fazer o oitavo tempo final em 29:21. Faltava só chegar Ellen van Dijk, mas a única ciclista que já conquistou este título por quatro vezes não foi capaz de superar Reusser, e teve de se contentar com a segunda posição, com um registo de 27:32 e uma média de 48:81km/h.

A título de curiosidade, o tempo de Alena Ivanchenko, vencedora nas Juniores, dar-lhe-ia a sétima posição final, e o de Vittoria Guazini, vencedora nas Sub23, a sexta posição.

Classificações Completas

Vittoria Guazzini é a nova Campeã Europeia de Contrarrelógio em Sub23!

A italiana Vittoria Guazzini levou a melhor nas Sub23 e conquistou o Ouro na sua primeira participação no Europeu de contrarrelógio do escalão, apesar de ter também vencido o contrarrelógio na categoria Júnior em 2018! Guazzini cumpriu o percurso em 29:02, superando a alemã Hannah Ludwig por 39s e a compatriota Elena Pirrone por 46s!

A prova das Sub-23 foi a primeira a arrancar, ainda bem cedo pela manhã, quando o relógio local marcava as 9h15, uma hora a mais que em Portugal. 28 ciclistas partiram para o contrarrelógio e o primeiro tempo de referência foi marcado pela francesa Marie Le Net, em 29:56. A neerlandesa Shirin van Anrooij, Campeã Europeia Júnior de 2019, chegaria 2 minutos depois em 30:14 e logo de seguida também a belga Julie de Wilde terminaria com o bom registo de 30:06, mas sofreria uma penalização de 10s, por ter andado demasiado tempo atrás da atleta que viria a vencer a prova e que a dobrou nos kms finais, a italiana Vittoria Guazzini.

Guazzini cortaria a meta com o tempo de 29:02, superando todas as adversárias que ainda chegariam, com uma média de 46.29km/h! Várias ciclistas chegariam depois, mas sem colocar em causa as posições de pódio, com o registo de Mariia Novolodskaia a ser o melhor por alguns minutos, com o tempo de 30:16 a dar-lhe a quinta posição provisória.

A luta pelas restantes medalhas estava reservada para as últimas ciclistas a partir, com a sueca Wilma Olausson a ser a primeira a desafiar o pódio, com o tempo de 29:56, 14 décimas de segundo melhor que Le Net, a colocá-la em posição de prata. A belga Shari Bossuyt ficaria também perto do pódio, mas o tempo de 30:00 não lhe daria para mais do que a quarta posição provisória.

Faltavam apenas três ciclistas chegarem, com Elena Pirrone a cumprir o percurso com o tempo de 29:47 para se colocar na segunda posição e ter uma mão nas medalhas, com duas ciclistas ainda por chegar. A polaca Marta Jaskulska chegaria a seguir, também ela na luta pelo pódio, e a fazer um registo de 29:53, que a colocou na terceira posição do momento. Faltava apenas a bi-Campeã em título, a alemã Hannah Ludwig chegar, mas rapidamente também se percebeu que não chegaria ao Ouro, terminando em 29:40, na segunda posição final.

A título de curiosidade, o tempo de Alena Ivanchenko, Campeã Europeia nas Juniores, dar-lhe-ia a segunda posição nas Sub23, e o de Antonia Niedermaier a terceira, ficando apenas 3s aquém do registo de Ludwig.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock