O “Avô” Alejandro Valverde vence o Trofeo Andratx!

O espanhol Alejandro Valverde (Movistar Team) venceu o Trofeo Andraxt, uma clássica de 170.1km entre Pollença e Andraxt, batendo ao sprint o norte-americano Brandon McNulty (UAE Team Emirates). Aleksandr Vlasov (Bora – Hansgrohe) foi terceiro a 3s.

A prova começou com um ritmo bastante baixo . Só 24km depois é que começaram os ataques e Xabier Ibasa (Euskaltel Euskadi), Samuele Rivi (Eolo – Kometa Cycling Team), Davide Gabburo (Bardiani CSF Faizanè), Samuele Zoccarato (Bardiani CSF Faizanè), Mario Aparicio (Burgos – BH), Ruben Apers (Sport Vlaanderen – Baloise), Kamiel Bonneu (Sport Vlaanderen – Baloise), Kasper Saver (Minerva Cycling Team), Pablo Alonso (Electro Hiper Europa – Caldas), Raúl Rota (Manuela Fundacion) e Christian Danilo Pase (Work Service – Vitalcore – Dynatek) formaram a fuga do dia.

A 134km do fim, a fuga tinha 1:05 de vantagem sobre o pelotão. 1km depois, no primeiro sprint intermédio do dia, Ibasa foi o mais forte. A 128km do fim, a vantagem da fuga aumentou para 3:00 sobre o pelotão. A 117km do fim, na primeira contagem do dia, Ibasa foi o primeiro a passar no alto. 10km depois, a pelotão diminuiu a vantagem da fuga para 2:42. A 100km do fim, a vantagem da fuga era de 2:26 sobre o pelotão que era comandado pela Movistar Team e pela Bora – Hansgrohe.

A UAE Team Emirates decidiu aumentar o ritmo no pelotão e a 85km do fim, a vantagem da fuga era de 22s. 5km depois, na segunda contagem do dia, Ibasa foi novamente o primeiro a passar no alto. A 78km do fim, Apers foi o mais forte no segundo sprint intermédio do dia. Logo a seguir ao sprint intermédio a fuga foi alcançada. Antonio Soto (Euskaltel Euskadi) e foi seguido por Ibasa, Marc Soler (UAE Team Emirates) e Luis – Joe Luhrs (Bora – Hansgrohe). A 73km do fim, Soto foi o primeiro a passar no alto da terceira contagem do dia. 1km depois foram alcançados.

Perfil do Trofeo Andratx

A 70km do fim, no terceiro sprint intermédio do dia, Nils Pollit (Bora – Hansgrohe) foi o mais forte. 5km depois, Matthew Holmes (Lotto Soudal) atacou e foi seguido por Soto. 1km depois, os dois receberam a companhia de Jan Bakelants (Intermaché – Wanty – Gobert). Os três conseguiram uma vantagem de 55s sobre o pelotão. A 56km do fim, Bakelants foi o primeiro a passar no alto da quarta contagem do dia.

Uns km depois, os três da frente foram alcançados e na quinta contagem do dia Soler foi o primeiro a passar no alto. A Movistar decidiu aumentar o ritmo do pelotão. A 28km do fim, Enric Mas (Movistar Team) atacou e conseguiu uma vantagem de 9s mas o espanhol não durou mais de 6km na frente da corrida. 2km depois, no último sprint intermédio do dia Frederik Wandahl (Bora – Hansgrohe) foi o mais forte.

A Lotto Soudal e a Bora – Hangrohe juntaram-se à Movistar na frente do pelotão. A 10km da meta, Holmes voltou a atacar e conseguiu uma vantagem de 15s mas foi alcançado a 3.5km da meta. Na subida final, Mas impôs o ritmo com Valverde na sua roda. Valverde acelerou nos metros finais com McNulty na sua roda mas o norte-americano não teve capacidade para passar o espanhol que conquistou a primeira vitória da Movistar esta temporada. Vlasov ficou em terceiro a 3s.

O português André Carvalho (Cofidis) foi 84º a 17:28. André Domingues (Burgos – BH) acabou por abandonar a prova.

Resultados Completos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock