Moolman-Pasio triunfa na etapa rainha do Giro, em novo triplete da SD Worx!

A sul-africana Ashleigh Moolman-Pasio (Team SD Worx) venceu a nona etapa do Giro d’Itália Donne, uma ligação de 123.9km entre Feletto-Umberto e o Monte Matajur, naquela que era a etapa rainha da competição. No segundo e terceiro lugar chegaram as colegas de equipa, Demi Vollering e Anna van der Breggen, ambas a 1:26 da vencedora.

A jornada começou com um ritmo bastante elevado, mas não demorou a que a fuga do dia se formasse com o trio italiano composto por Letizia Borghesi (Aromitalia Basso Bikes Vaiano), Asia Zontone (Servetto – Makhymo – Beltrami TSA) e Giorgia Vettorello (Top Girls Fassa Bortolo) a escapar ao pelotão. As italianas foram construindo uma vantagem que chegou a bater nos 3:30 com 50km para a meta, mas com o aproximar da fase decisiva do dia, e o aumentar do ritmo, o destino trouxe-as de volta ao pelotão.

Borghesi ainda se isolou das adversárias, mas viu-se alcançada já a 2km do topo da subida a Stregna, com 43km para a meta. Com um pelotão já bastante reduzido na frente, e sem nada a perder, a Campeã Italiana Elisa Longo Borghini (Trek – Segafredo) lançou um forte ataque, ao qual apenas Asleigh Moolman-Pasio respondeu, e o duo cruzou o topo da contagem já com 30s para o pelotão. Elise Chabbey (Canyon // SRAM Racing) e Lucinda Brand (Trek – Segafredo) ainda tentaram fazer a ponte durante a descida, mas não sucederam e regressaram já na fase plana ao pelotão.

Anouska Koster (Jumbo – Visma Women), Marta Bastianelli (Alé BTC Ljubljana) e Soraya Paladin (Liv Racing) tentaram fazer também a ponte já durante a fase plana, e colocaram-se em posição intermédia, mas foram alcançadas de novo logo nas rampas iniciais da subida final. Com uma excelente colaboração, Borghini e Pasio aumentaram a vantagem na fase plana, entrando na subida final ao Monte Matajur, com 2:20 sobre o pelotão, uma vantagem que lhes parecia ser favorável para discutir a vitória de etapa.

O momento decisivo acabou por ser dar com 5.9km de subida percorridos, e com 8km por percorrer, quando Pasio descarregou Borghini para seguir em solitário até àquele que seria o seu primeiro triunfo em etapas do Giro d’Itália Donne, na sua décima participação na corrida. Borghini entrou em quebra absoluta, e com 3.5km para o fim era alcançada e ultrapassada de forma direta por Breggen, Vollering, Marta Cavalli (FDJ Nouvelle – Aquitaine Futuroscope) e Lizzie Deignan (Trek – Segafredo).

Daí até à meta, o duo da SD Worx acabaria por fazer ainda mais estragos, livrando-se das adversárias, para terminaram na segunda e terceira posição da jornada e cimentarem ainda mais o top3 da geral para a equipa holandesa.

Com o resultado de hoje, van der Breggen mantém a liderança da geral e é de novo líder da classificação por pontos. Lucinda Brand (Trek – Segafredo) mantém-se líder da montanha enquanto que Niamh Fisher-Black (Team SD Worx) defendeu com sucesso a liderança da classificação da juventude.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock