Molano bisa na Sicilia!

Juan Sebastián Molano (Emirados Árabes Unidos) venceu a etapa 2 do Giro di Sicilia em Mondello, nos arredores de Palermo, com mais um leadout perfeito do seu companheiro de equipa Maximiliano Richeze.

Vincenzo Nibali e Trek-Segafredo guiaram o pelotão na parte final da etapa, mas foi a UAE que assumiu o controlo na altura certa para Molano sprintar para a vitória. O líder bateu Filippo Fiorelli (Bardiani-CSF) e Matteo Moschetti (Trek-Segafredo).

Através das bonificações, Molano aumentou a sua vantagem geral na corrida para 14 segundos para Moschetti e Vincenzo Albanese (Eolo-Kometa), ambos com o mesmo tempo.

Txomin Juaristi (Euskaltel – Euskadi), Emerson Oronte (Rally Cycling), Giacomo Cassarà (Amore e Vita), Niccolò Salvietti (MGKvis), Eric Paties Montagner (Work Service Marchiol) e Stefano Gandin (Zalf Euromobil Fior) foram autorizados a ser os fugitivos do dia, com uma vantagem maxima de 4 minutos. A UAE controlou sempre de perto, com Joe Dombrowski. Mais tarde, a Trek-Segafredo também ajudou a perseguição. O ultimo fugitivo foi Bortoluzzi a 5kms do fim. Marc Soler (Movistar) ainda tentou dividir o pelotão, mas as equipas de sprinters e especialmente a Emirates não tinham qualquer intenção de deixar escapar outra vitória.

Molano confirmou na flash-interview que a equipa vai agora traballhar para McNulty nas etapas decisivas da montanha na quinta e sexta-feira. O americano venceu o Giro di Sicilia de 2019 enquanto corredor da Rally Cycling.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock