Michael Woods vence no Mirador do Ézaro e é o novo líder do Gran Camiño!

O canadiano Michael Woods (Israel – Premier Tech) venceu a segunda etapa do Gran Camiño, uma ligação de 177.6km entre Bertamiráns e a a íngreme subida do Mirador do Ézaro, batendo os espanhóis Alejandro Valverde (Movistar) e Ruben Fernandez (Cofidis) por 16s e 36s, respetivamente!

A segunda etapa da edição inaugural do Gran Camiño, corrida galega que se estreava na estrada, teve um dia desde cedo atacado, e desta vez foram Joni Brandão (W52 – FC Porto) e Guillermo Garcia Janeiro (Rádio Popular – Paredes – Boavista) os representantes das equipas portuguesas na fuga do dia. A dupla esteve acompanhada por Antonio Angulo (Euskaltel – Euskadi), Jon Barrenetxea (Caja Rural – Seguros RGA), Oscar Cabedo (Burgos – BH), Giovanni Visconti (Bardiani – CSF – Faizanè) e Stephen Bassett (Human Powered Health).

O grupo foi ganhando vantagem ao pelotão, com Barrenetxea a vencer a contagem de montanha do km 29, para aumentar a sua vantagem na classificação dos trepadores. Angulo venceu os três sprints intermédios do dia, e colocou-se numa liderança confortável na classificação por pontos, isto depois de o grupo já estar reduzido a cinco, com as perdas de Joni e Guillermo, com menos de 10km por percorrer.

O pelotão entraria a um grande ritmo na rampa final, já sem qualquer ciclista escapado, e era a Movistar a assumir um ritmo forte e a colocar toda a gente em dificuldades! Com o grupo dos principais candidatos cada vez mais fracionado, e a EF Education a não ter Hugh Carthy na forma que certamente gostaria, Woods aproveitou as rampas mais duras para lançar um forte ataque sem resposta e não mais ser alcançado pelos adversários, numa fase em que as pendentes rondavam os 30%.

Valverde e o novo parceiro da Movistar, o colombiano Ivan Sosa, tentaram manter contacto com Woods, mas não tinham força para seguir o ciclista da equipa israelita, que cavalgou para a vitória. Valverde tentou atacar a 400m do fim, mas já era tarde para chegar à frente. Ainda assim, o espanhol reduziu as perdas para Woods e pode compensar no contrarrelógio para chegar à vitória na classificação geral final. Todos os outros candidatos à geral tentaram limitar as perdas, sabendo que no domingo será Woods quem vai passar menos bem no contrarrelógio, uma especialidade que não se dá bem com o canadiano.

O melhor português foi o Campeão Nacional, José Neves (W52 – FC Porto), na 8ª posição, a 45 segundos de Woods, apesar de Delio Fernandez (Atum General – Tavira – Maria Nova Hotel) ter sido o melhor das equipas portuguesas, com a 7ª posição, a 42s do vencedor. Tiago Antunes (Efapel Cycling) foi 11º, também a 45s. Os três estão na luta pelas melhores posições finais, e amanhã prometerão ir em busca da vitória de etapa, e, quiçá, da camisola amarela.

Woods é o novo líder da classificação geral, com as fugas de ontem e hoje a valerem a Antonio Angulo a liderança da classificação dos pontos. Jon Barrenetxea líder a montanha e Filippo Zana (Bardiani – CSF – Faizane) é o melhor jovem!

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock