Mark Cavendish vence no Adeus do Gorila André Greipel!

A 16ª edição da Sparkassen Münsterland Giro não foi apenas uma corrida. Foi uma corrida de despedida para André Greipel e Philipp Walsleben. Os dois alemães afixaram os seus números mais uma vez e depois despediram-se do ciclismo.

Mark Cavendish ganhou uma edição extenuante do Münsterland Giro no domingo. O velocista britânico de Deceuninck-Quick-Step fazia parte de um grupo de frente e acabou a bater Alexis Renard e Morten Hulgaard ao sprint.

A fuga foi composta por um dos elementos de despedida, Philipp Walsleben e ao corredor da Alpecin se juntaram Adriaan Janssen (ABLOC CT), Timo de Jong (VolkerWessels), Rune Herregodts (Sport Vlaanderen-Baloise), Jakob Gessner (selecção alemã), Albert Gathemann (Dauner D&DQ Akkon) e Alexander Tarlton (Lotto-Kern Haus). No pelotão, as equipas de sprinters marcam o ritmo.

No entanto, a fuga de Walsleben e Companhia terminou rapidamente, pois os comboios formaram-se a 100 quilómetros do final para partirem a corrida. Deceuninck-Quick-Step tinha cinco corredores grupo da frente, incluindo Mark Cavendish, Álvaro Hodeg e Josef Cerny, e BORA-hansgrohe três. André Greipel, também fazia parte do grupo que conseguiu juntar-se à fuga original.

A Deceuninck-Quick-Step tentou jogar a sua vantagem, mas não foi fácil. Israel Start-Up Nation foi também muito activa com Alexis Renard, mas a cada ataque os corredores iam todas atrás. Apenas a 4 quilómetros do final, Cerny e Martin Urianstad (Uno-X) escaparam, mas a sua tentativa falhou também. Foi aqui que Cavendish lançou a sua carta. Renard abriu o sprint, mas Cavendish era bem mais forte e ultrapassou com alguma facilidade. Hoelgaard terminou em terceiro.

André Greipel cruzou a meta acenando para todos: é a despedida do gorila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock