Mads Pedersen atacou e atacou e ainda venceu a etapa 3 do Tour of Norway ao sprint!

O dinamarquês Mads Pedersen (Trek – Segafredo) venceu a terceira etapa do Tour of Norway, uma ligação de 160km com parida e chegada na cidade de Jorpeland, batendo ao sprint o norueguês Alexander Kristoff (UAE Team Emirates) e o holandês Mike Teunissen (Jumbo – Visma).

A terceira etapa do Tour of Norway começou a todo gás, com Sébastien Grignard (Lotto Soudal), Aaron Verwilst (Sport Vlaanderen – Baloise), Mads Rahbek (BHS – PL Beton Bornholm) e James Fouché (Black Spoke Pro Cycling Academy) a ganharem uma vantagem sobre o pelotão. Uns km depois, o líder da classificação da montanha, Anthon Charmig (Uno – X Pro Cycling Team), saiu do pelotão e chegou muito facilmente aos quatro da frente, com os cinco a formarem assim a fuga do dia.

A 122km do fim, Filippo Ganna (Ineos Grenadiers) aumentou o ritmo do pelotão. 28km depois, 15 ciclistas ganharam espaço sobre o pelotão e desde muito cedo a etapa começou a ser muito atacada no pelotão. O líder da geral Ethan Hayter (Ineos Grenadiers), Mike Teunissen, Jonas Vingegaard (Jumbo – Visma) e Ide Schelling (Bora – Hansgrohe) foram os ciclistas que as mexidas no pelotão.

A 92km do fim, Anthon Charmig foi o primeiro a passar no alto na primeira subida categorizada do dia e reforçava a sua liderança na classificação da montanha. Já no pelotão, os ataques continuavam, com a Jumbo – Visma sempre a comandar o pelotão. A Trek – Segafredo tentava sair com alguns dos seus ciclistas, mas não estavam a conseguir fazê-lo. Devido a estas mexidas, o pelotão estava reduzido a 40 ciclistas, com mais de metade da etapa pela frente. A 81km do fim, o vencedor da etapa Mads Pedersen atacou e levou consigo Jonas Vingegaard, Thomas De Gendt (Lotto Soudal), Leo Hayter (Team DSM) e Alexandr Riabushenko (UAE Team Emirates).

Fuga da etapa 3 do Tour of Norway

Estes cinco não duraram muito como intermédios, devido ao forte ritmo da Ineos Grenadiers. A Jumbo voltava a mexer, desta vez com George Bennett, e foi o líder da geral, Ethan Hayter, a fechar o espaço. As acelerações no pelotão continuaram durante vários kms e Leo Hayter foi o único a ter conseguido ganhar uma vantagem sobre o pelotão, mas não durou muito como intermédio. O pelotão ficou reduzido a 30 ciclistas e a Ineos Grenadiers voltava a aumentar o ritmo.

A 58km do fim, a Jumbo – Visma tentava mexer outra vez, desta vez com Tobias Foss, mas Ethan Hayter não deixou que ninguém ganhasse espaço. Já na frente da corrida, Charmig foi o primeiro a passar no alto na última contagem do dia e garantiu a vitória da classificação da montanha, a faltar ainda uma etapa para o fim. 6km depois, Chris Harper (Jumbo – Visma) saiu do pelotão e conseguiu aguentar-se como intermédio durante 8km.

A 28km do fim, já com o pelotão compacto, Chris Harper voltava a mexer e levava consigo Mike Teunissen, Mads Pedersen, Leo Hayter, Ethan Hayter, Ide Schelling e Markus Hoelgaard (Uno-X Pro Cycling Team). Estes sete ciclistas tinham uma vantagem de 10s sobre o pelotão e vendo que não durariam muito na frente, Mads Pedersen atacou e seguiu isolado na frente. Os outros seis ciclistas foram apanhados pelo pelotão, em que Chris Harper e Tobias Foss impunham o ritmo.

A 8.9km da meta, Mads Pedersen foi alcançado e o seu companheiro de equipa Mattias Skjelmose Jensen tentou atacar, com Markus Hoelgaard na sua roda, mas não teve sucesso. A 5km da meta, vários ciclistas tentaram sair do pelotão mas o forte ritmo de Filippo Ganna e de Thomas de Gendt não os deixou ganhar vantagem. Thomas de Gendt continuou a puxar até a 1.8km da meta , momento em que Ide Schelling e Andreas Leknessund (Team DSM) tentaram surpreender com um ataque perto do final, mas Filippo Ganna não os deixou ganhar espaço.

Nos últimos metros, Skjelmose Jensen começou a lançar o sprint para Mads Pedersen, que foi o primeiro a começar a sprintar. Alexander Kristoff tentou vir de trás e ultrapassar o dinamarquês, mas não teve capacidade e Pedersen venceu assim a terceira etapa do Tour of Norway.

Ethan Hayter foi quinto na etapa e manteve a liderança da geral e da classificação por pontos. Anthon Charmig garantiu a vitória da classificação da montanha, precisando apenas de terminar a etapa de amanhã, e Mattias Skjelmose Jensen manteve a liderança da classificação da juventude.

Os metros finais

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock