Lennard Kamna salva o Tour da Bora – Hansgrohe!

O alemão Lennard Kamna (Bora – Hansgrohe) venceu a décima sexta etapa do Le Tour de France, uma ligação de 164km entre La Tour-du-Pin e Villard-de-Lans, batendo o equatoriano Richard Carapaz (INEOS Grenadiers) por 1:27, e o suiço Sebastien Reichenbach (Groupama – FDJ) por 1:56.

Décima sexta etapa do Tour de France, a primeira após o dia de descanso, num dia duro em que se esperava que a fuga viesse a vencer. O dia começou na ofensiva, com uma séria de ciclistas ao ataque na luta pela fuga do dia. Por volta do km 20 surgiu uma fuga com 15 elementos e que integrava Andrey Amador e Richard Carapaz (Ineos Grenadiers), Lennard Kamna e Daniel Oss (Bora – Hansgrohe), Julian Alaphilippe (Deceuninck – Quick Step), Sebastien Reichenbach (Groupama – FDJ), Alberto Bettiol (EF Pro Cycling), Winner Anacona e Warren Barguil (Arkea – Samsic), Imanol Erviti e Carlos Verona (Movistar Team), Matteo Trentin (CCC Team), Christopher Juul Jensen (Mitchelton -Scott), Nicholas Roche (Team Sunweb) e Quentin Pacher (B&B Hotels-Vital Concept).

Já depois do sprint intermédio, e com o pelotão a 1:10, mais gente se tentou aventurar em fuga, com Pierre Rolland (B&B Hotels – Vital Concept), Casper Pedersen e Tiesj Benoot (Team Sunweb) em perseguição dos 15 líderes. Pouco depois novo grupo saltou para a frente com Pavel Sivakov (Ineos Grenadiers), Neilson Powless (EF Pro Cycling), Simon Geschke (CCC Team), Mikel Nieve (Mitchelton – Scott) e Romain Sicard (Total Direct Energie).

David Gaudu era notícia pelo abandono da prova e ao km 56 o trio intermédio chegava à frente, com o quinteto ainda em perseguição. Pierre Rolland afirmava-se na luta pela montanha e passava as duas contagens de segunda categoria na frente, enquanto o quinteto tinha chegado à frente na entrada para a segunda dessas 2 subidas consecutivas.

O pelotão tinha tirado pé e via mesmo a vantagem crescer sem problemas acima dos 10 minutos, já que o dia de amanhã era muito mais interessante na luta pela classificação geral. Quentin Pacher abria as honras na primeira categoria do dia, e foi abrindo espaço sem resposta dos adversários. Amador entrou ao trabalho a 28km da meta, com um quarteto composto por Carapaz, Reichenbach, Kamna e Alaphilippe a ganhar vantagem aos restantes e a ir em busca de Pacher, enquanto no pelotão era Bernal que se deixava ficar no grupetto.

Pacher era alcançado pelo quarteto a 4.5km do topo, e no pelotão Guillaume Martin atacava com Nicolas Edet, mas seria uma tentativa sem sucesso. Carapaz atacava na frente descarregando Alaphilippe, mas sofria o contra-ataque de Kamna que isolava dentro do último km da subida, assim como o equatoriano que ficava entre o alemão e Reichenbach.

Na fase de falso plano descendente, Lennard Kamna abria vantagem para o equatoriano, aproveitando as suas qualidades enquanto rolador, e entrava na subida final com vantagem suficiente para subir com calma e vencer pela primeira vez no Tour de France! Carapaz era segundo, mas já a mais de 1:20, mas não saía de mãos a abanar, com a vitória no prémio da combatividade.

No pelotão, a Jumbo tinha o ritmo controlado mas a Emirates tentou acelerar para Pogacar, acabando por reduzir o grupo aos favoritos à classificação geral. Lopez ainda atacou nos metros finais para ganhar alguns segundos, mas sem sucesso, encabeçando um grupo que chegou a 16:48 de Kamna. Nairo Quintana continua afetado pelas quedas que teve e perdeu mais 30s para os rivais, sendo ultrapassado por Tom Dumoulin na classificação geral, e fechando agora o top10 dessa mesma classificação.

Nelson foi 77º a 24:52, e segue agora em 62º a 2:16:33 de Roglic. Sam Bennett mantém a liderança dos pontos, enquanto Tadej Pogacar continua na frente da juventude. A classificação da montanha é a mais disputada até ao momento, com Pierre Rolland a estar empatado com Benoit Cosnefroy com 36 pontos, mas com o francês da AG2R a segurar a liderança no desempate.

No passatempo mais uma vitória para Talhareses King, com Daniel Meneses a seguir na liderança da classificação geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock