Lazkano em solitário vence etapa 3 em Viseu!

O espanhol Oier Lazkano (Caja Rural – Seguros RGA) venceu a terceira etapa da Volta a Portugal Edição Especial, uma ligação de 171.9km entre Felgueiras e Viseu, na primeira fuga a triunfar neste ano de 2020. O pelotão chegou logo atrás, mas não conseguiu mais do que discutir o segundo lugar, com Daniel McLay (Arkea Samsic) a ser segundo, e Leangel Liñarez (Miranda – Mortágua) terceiro, ambos a 15s do vencedor.

A etapa começou com uma série de ataques, com Ángel Madrazo (Burgos – BH), Sergio Martín e Ion Irisarri (Caja Rural – Seguros RGA), Luís Gomes (Kelly – Simoldes – UDO), Bruno SIlva (LA Alumínios) e Joaquim Silva (Miranda – Mortágua) a serem os primeiros escapados do dia, e Luis Gomes a passar na frente no primeiro sprint intermédio do dia.

Sérgio Paulinho (Efapel) e David Rodrigues (Rádio Popular-Boavista) chegaram à frente ao km 62, enquanto o pelotão rolava a 2:15, mas a fuga foi anulada 30km depois, enquanto se começava a subida a Lamego. Hugo Nunes (Rádio Popular – Boavista) aproveitou o momento e passou na frente na primeira contagem de montanha do dia.

Na segunda contagem de montanha do dia, logo engatada na primeira, Venceslau Fernandes (Kelly – Simoldes – UDO) passou na frente, com Hugo Nunes a ser segundo, enquanto David Rodrigues travou a fundo sobre a marca da contagem, para Nunes ser segundo. Pouco depois Oier Lazkano (Caja Rural – Seguros RGA) atacou e lançou-se em solitário sem resposta e abrindo espaço perante um grupo perseguidor que não colaborava e um pelotão que tirou pé e lhe deu mais de 3 minutos de vantagem.

O espanhol detinha 3 minutos de vantagem nos últimos 20km, e no pelotão começaram a surgir os ataques, com a Burgos e a Nippo a estarem na ofensiva, assim como a W52 e a Efapel, mas sem conseguirem fugir do pelotão durante muito tempo. Nos últimos 5km o camisola branca teve problemas mecânicos, e não mais conseguiu reentrar no pelotão, que por pouco não alcançou Lazkano, e acabou a discutir a segunda posição, com Daniel McLay a ser o mais rápido e a terminar na segunda posição.

Amaro Antunes continua de amarelo, enquanto Luís Gomes, ele que foi quarto na etapa, subiu à liderança da classificação por pontos. Hugo Nunes alargou a vantagem na classificação dos trepadores, e Simon Carr permanece na frente da juventude, mesmo tendo perdido 1:33, devido a problemas mecânicos na parte final da etapa, e saltado do top10 para fora do top20.

Gabriel Fonseca venceu a etapa no Passatempo, num dia em que tivemos um renhido sprint pela vitória final. Flávio Vale segue líder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock