Kwiato e Carapaz salvam o Tour da Ineos!

O polaco Michal Kwiatkowski (INEOS Grenadiers) venceu a décima oitava etapa do Tour de France, uma ligação de 175km entre Meribel e La-Roche-sur-Foron, lado a lado com um dos seus colegas de equipa, o equatoriano Richard Carapaz, numa excelente jornada do duo da equipa britânica. No terceiro lugar chegou o belga Wout van Aert (Jumbo – Visma), a 1:41, liderando o grupo com os favoritos à classificação geral.

Décima oitava etapa deste Tour de France, a última etapa de alta montanha desta edição, que prometia ainda alterar a classificação geral, como veio a acontecer. A luta pela fuga do dia foi intensa, e um grupo de — ciclistas conseguiu sair do pelotão na fase inicial. A B&B Hotels – Vital Concept falhou a presença nessa fuga com Pierre Rolland, ele que lutava pela vitória na classificação da montanha.

Com o sprint intermédio logo ao km 14, também Peter Sagan (Bora – Hansgrohe), Sam Bennett (Deceuninck – QuickStep) e Matteo Trentin (CCC Team) saíram para a fuga do dia, e foi o irlandês da QuickStep a vencer o sprint e conquistar mais pontos aos adversários. Com a chegada à primeira subida, Marc Hirschi (Team Sunweb) e Richard Carapaz atacaram, na luta pela classificação da montanha, com o suiço a ser o mais forte e a passar primeiro.

Entretanto saltaram também em perseguição Michal Kwiatkowski, Pello Bilbao (Bahrain – McLaren) e Nicolas Edet (Cofidis), que conseguiram chegar à frente na segunda contagem do dia, ao km 67.5. Os restantes elementos em fuga colocaram-se a cerca de um minuto, com a vantagem no pelotão a crescer e a passar os cinco minutos.

Na subida ao Col de Saisies, Nicolas Edet cedeu terreno para os restantes quatro, e Hirschi bateu Carapaz pela terceira vez na terceira contagem de montanha. Na descida de Saisies, o azar bateu à porta a Hirschi, com uma queda e consequente troca de bicicleta que o atiraram para fora da luta pela etapa. Kwiatkowski e Carapaz coordenaram-se na frente com Bilbao a seguir apenas na roda, e não deixaram Hirschi regressar mais, passando Carapaz na frente do Col des Aravis. No pelotão era Nairo Quintana a passar mal, e a ceder um dia mais.

Na subida de categoria especial a Glieres Bilbao acabou por não conseguir seguir o ritmo dos Ineos e ficou para trás, enquanto no pelotão era o seu líder, Mikel Landa, que atacava na companhia de Wout Poels. A Jumbo respondia aumentando o ritmo, e não dava muito espaço ao espanhol, o que fazia Rigoberto Uran, Adam Yates e Alejandro Valverde passarem dificuldades.

Carapaz foi o primeiro a passar em Glieres, e subiu à liderança da classificação da montanha, enquanto a vantagem ia caindo num pelotão em aceleração, que viu Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) voltar a atacar e alcançar Landa, enquanto roubava mais dois pontos a Roglic na luta pela classificação da montanha. Nos dois kms seguintes, o terreno era em terra batida, e o azar bateu à porta de Richie Porte (Trek – Segafredo), que furava e via Landa e Enric Mas (Movistar) procurarem ganhar terreno, mas sem sucesso, já que Lopez, Pogacar, Kuss e Roglic não colaboravam.

Porte apenas conseguiu reentrar a 10km do fim, na companhia de Tom Dumoulin, e Wout van Aert chegava pouco depois também ao grupo que não perderia mais unidades até final. O duo da Ineos continuava a liderar e venceu tranquilamente, chegando lado a lado, e Carapaz dando a vitória a Kwiato. No grupo dos favoritos, Wout van Aert sprintou para a terceira posição, assegurando que ninguém roubaria segundos a Roglic.

Nelson Oliveira foi 56º a 9:27, após ter estado na fuga do dia, e segue em 58º na geral, a 2:58:06 de Roglic, que continua de amarelo. Sam Bennett continua na liderança dos pontos e Tadej Pogacar na liderança da juventude, enquanto Richard Carapaz lidera agora a classificação dos trepadores, com 2 pontos de vantagem sobre Pogacar e 7 sobre Roglic.

No passatempo, vitória para Rui Francisco, com Daniel Meneses a seguir na liderança da geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Alvaro Hodeg vence etapa em dia de aniversário!

Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep) venceu a Etapa 1, primeira em linha, da Volta à Eslováquia no seu 25º aniversário, somando mais uma vitória à sua equipa Deceuninck-QuickStep. Graças às bonificações, subiu à liderança da geral. Um comboio perfeito da QuickStep de três homens emergiu e o homem do costume, Michael Mørkøv (Deceuninck-QuickStep), lançou de forma perfeita […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock