Kopecky vence Le Samyn des Dames de forma irrepreensível!

A Campeã Nacional Belga, Lotte Kopecky (Liv Racing) venceu ao início da tarde de hoje a clássica belga Le Samyn des Dames, numa edição da corrida com 92.5km de extensão que começou em Quaregnon, com a chegada situada em Dour, batendo ao sprint a dinamarquesa Emma Cecilie Norsgaard (Movistar Team Women), e em terceiro a australiana Chloe Hosking (Trek – Segafredo), ambas com o mesmo tempo da vencedora.

Dia de Le Samyn des Dames, uma corrida que nos últimos anos tem sido marcada por ataques e espetáculo por parte do pelotão feminino, que não se inibe de acelerar e partir a corrida em busca da vitória final. A clássica voltou a ser bastante animada, mas as imagens televisivas apenas surgiram com pouco mais de 25km para a chegada.

A partir desse momento tínhamos uma fuga de 5 ciclistas com cerca de 20s de avanço e todas elas favoritas para o dia! Jolien D’Hoore e Amy Pieters (Team SD Worx), Lotte Kopecky (Liv Racing), Marlen Reusser (Ale BTC Ljubljana) e Emma Cecilie Norsgaard (Movistar Team Women) eram as adiantadas, mas com o trabalho de Audrey Cordon Ragot (Trek – Segafredo) na frente do já pequeno pelotão acabaram por se deixar ficar e foram alcançadas a 22.7km da chegada.

Alguns ataques surgiram logo nesse momento, mas sem sucesso, com o pequeno pelotão a neutralizar todas as tentativas de fuga. A luxemburguesa Christine Majerus (Team SD Worx) foi uma das mais ativas, mas o grupo das 40 ciclistas voltou a partir a 14.2km do final, com Lotte Kopecky de novo ao ataque! Majerus e Jelena Eric (Movistar Team Women) foram as únicas a acompanhar a belga, que era sem dúvida a mais interessada em manter a posição adiantada. A iniciativa não durou mais do que 1.5km, e o grupo voltou a compactar depois a 12.8km do final.

Seguiu-se uma nova fase de ataques e contra-ataques durante mais de 2km, mas nenhuma ciclista conseguiu ganhar vantagem para se poder isolar na frente da corrida. No último setor de pavê, a 4km da chegada Marlen Reusser voltou a dar um grande esticão no grupo, e partiu com as ciclistas que estavam na ponta do mesmo, selecionando ainda mais a corrida. Porém, a aceleração não a isolou na frente, e a reunião foi consumada.

A Movistar assumiu os 2kms finais para lançar Emma Cecilie Norsgaard, ela que esteve muito bem durante todo o dia. O sprint foi lançado ainda cedo, a 300m da chegada por Norsgaard, e se a potência da belga parecia suficiente para vencer, tal não sucedeu, porque Kopecky foi muito inteligente, esperou o seu momento, saída da roda de Chloe Hosking (Trek – Segafredo), e não só fechou o espaço como bateu Norsgaard e conquistou assim a primeira vitória da temporada!

Norsgaard acabou por ser segunda, com Hosking a fechar na terceira posição.

Tata Martins (Drops – Le Col), a única ciclista portuguesa presente, não teminou a corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock