King Kung, o Rei Europeu do Contrarrelógio!

O suíço Stefan Kung é o novo campeão europeu de contrarrelógio! O ciclista de 26 anos da Groupama-FDJ deixou na segunda posição o francês Rémi Cavagna e em terceiro o campeão de 2017 e 2018, o belga Victor Campenaerts.

Os campeonatos da Europa de ciclismo decorrem em Plouay, França, por substituição de Trento, Itália, que seria a organizadora original da prova no mês de setembro. Mais problemática do que a realocação espacial da corrida foi a reorganização de calendário que implicou colocar este evento entre o fim-de-semana de campeonatos nacionais e o início da Volta à França, no dia 29 deste mês.

O percurso da prova de contrarrelógio desta edição dos europeus apresentava uma extensão de 25.6 km e um perfil plano, na sua maioria, embora com algumas ascensões que, embora curtas, podiam ter algum peso nas contas finais do dia.

À partida para o apronto, estavam apenas 27 ciclistas, entre eles dois portugueses, o campeão nacional de fundo, Rui Costa, da UAE-Team Emirates, e o especialista Rafael Reis, que corre com as cores do Feirense.

Um dos primeiros tempos de referência do dia foi alcançado pelo alemão Justin Wolf, com 31:48, melhor registo do que aquilo que fizeram nomes como Anthony Roux (França) e Ryan Mullen (Irlanda). O tempo do alemão acabaria, contudo, por ser batido por alguns dos tubarões da especialidade, atirando Wolf para o sétimo lugar da classificação final do dia.

O primeiro a bater Wolf seria um dos favoritos, o francês Rémi Cavagna, com um tempo de 30:35. O francês da Deceuninck Quick-Step realizou uma grande prova, fazendo melhor que Campenaerts (3º), Alex Dowsett (4º), Edoardo Affini (5º), e Jan Tratnik (6º). Haveria, contudo, um grande nome do contrarrelógio que Cavagna não seria capaz de bater, o suíço Stefan Kung. Com um tempo canhão de 30 minutos e 18 segundos, menos 17 segundos que Cavagna, Kung garantiu uma das maiores vitórias da carreira, aproveitando para juntar o título europeu ao título nacional de contrarrelógio, conquistado em julho último.

Stefan Kung acaba por quebrar uma sequência de três anos consecutivos de campeões belgas nesta disciplina, com os dois títulos de Campenaerts e a vitória de Remco Evenepoel em 2019.

Quanto aos portugueses, Rui Costa terminou às portas do top 10, na 11ª posição, a 2:14 de Kung. Já Rafael Reis foi 20ª a 3:21 da medalha de ouro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

A Volta a Portugal é portuguesa! Tiago Santos é o vencedor da Volta a Portugal de Cadetes!

Tiago Santos (Alcobaça CC/Crédito Agrícola) conquistou a 13.ª edição da Volta a Portugal de Cadetes, impondo-se também na terceira etapa, a mais dura da competição, que ligou Rio Maior a Santarém. A etapa de 85kms,a mais dura da competição, com 4 contagens de montanha, a última coincidente com a meta foi desde cedo movimentada. Ainda […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock