João Almeida botou lume e é o novo líder do Tour do Pologne!

O português João Almeida (Deceuninck – Quick Step) venceu a 2ª etapa do Tour de Pologne, uma ligação de 200.8km entre Zamosc e Przemysl, batendo ao sprint o italiano Diego Ulissi (UAE Team Emirates) e o esloveno Matej Mohoric (Bahrain Victorious) após um ataque demolidor já na rampa final onde se situava a chegada.

A segunda etapa da Volta a Polónia começou a todo gás, devido a vários ataques para integrar a fuga do dia e da aceleração da Bahrain Victorious, para tentar que um dos seus líderes, Matej Mohoric ou Dylan Teuns, fossem buscar bonificações ao sprint intermédio do 10km da etapa. Porém, os fortes ataques de Taco Van der Hoorn (Intermarché – Wanty – Gobert), Nikita Stalnov (Astana – Premier Tech), Patryk Stosz (Voster ATS Team), Sebastian Langeveld (EF Education – Nippo) e Gabriel Cullaigh (Movistar Team) impossibilitaram a que os líderes da Bahrain Victorious fossem buscar as bonificações.

A vantagem da fuga chegou a ser superior a quatro minutos até aos 100km, mas a Bahrain Victorious decidiu aumentar o ritmo do pelotão, fazendo a vantagem dos cinco da frente descer para três minutos.

Aos 109km, Manuele Boaro (Astana – Premier Tech), Lukas Postlberger (Bora – Hansgrohe) e Ryan Mullen (Trek – Segafredo) saíram do pelotão, chegando ao grupo da frente aos 112km. Esta junção fez com que a fuga fosse composta por oito ciclistas. A vantagem deste grupo de oito ciclistas foi muito inconstante, tanto tinha minuto e meio de vantagem, como chegava a ter dois minutos e meio.

A 38km do fim, Lukas Postlberger atacou na primeira subida do dia, que não estava categorizada, e largou os seus companheiros de fuga. Sebastian Langeveld tentou seguir o austríaco, mas não teve capacidade para o acompanhar e seguiu intermédio. Nesta mesma subida, o líder da geral Phil Bauhaus (Bahrain Victorious) perdeu o contacto com o pelotão.

A 32km do fim, começou a primeira subida categorizada e Lukas Postlberger foi o primeiro a passar no alto, mas viu a sua vantagem a diminuir devido às acelerações da Lotto Soudal no pelotão. Esta aceleração fez com que a 27km do fim, o pelotão apanhasse Sebastian Langeveld, que ainda seguia intermédio. Dois quilómetros depois, Biniam Girmay (Intermaché – Wanty – Gobert) saltou do pelotão e chegou a Lukas Postlberger. Estes dois começaram juntos a última subida categorizada do dia, onde, na parte com mais pendente, Lukas Postlberger cedeu e foi apanhado pelo pelotão. Girmay seguiu isolado na frente e foi o primeiro a passar no alto.

A 20km do fim, começaram os ataques de vários ciclistas da Lotto Soudal, dos quais Stefano Oldani conseguiu ganhar um espaço ao pelotão e chegou até Girmay. Estes dois só aguentaram três quilómetros juntos devido às acelerações da Lotto Soudal e da UAE Team Emirates no pelotão. Durante vários quilómetros, a Lotto Soudal tentou sair com vários ciclistas, mas nunca teve sucesso. A esta altura, João Almeida estava muito bem colocado no pelotão, sendo protegido por Remi Cavagna, que teve um papel importante na sua vitória.

A 1.5km do fim, Matej Mohoric e Tim Wellens tentaram atacar numa pequena rampa, mas não tiveram sucesso. Depois destes ataques, a 1.3km, João Almeida saiu do pelotão, Wellens e Mohoric tentaram seguir o português, mas não conseguiram fechar o espaço, e este conseguiu uma vantagem de cerca de 10s para a colina final.

A 600m do fim, Einer Rubio (Movistar Team) tentou alcançar o português, mas não teve capacidade de o fazer. Depois deste ataque sem sucesso de Einer Rubio, Diego Ulissi atacou no pelotão, levando consigo Matej Mohoric e Michael Kwiatkowski (INEOS Grenadiers). Michael Kwiatkowski não teve capacidade para acompanhar Diego Ulissi e Matej Mohoric, que a 200m do fim alcançaram o português João Almeida. Nos últimos metros, Diego Ulissi lançou o sprint, Mohoric não teve capacidade para acompanhar, mas João Almeida teve, e acabou por bater Diego Ulissi pela conquista da segunda etapa da Volta a Polónia, vencendo assim pela primeira vez na categoria World Tour.

João Almeida tornou-se assim o novo líder da Volta a Polónia, com Matej Mohoric a ser o novo líder da classificação por pontos, devido a ter acabado em terceiro hoje e a ter feito nono na etapa de ontem. Michal Paluta (Poland National Team) manteve a liderança da montanha e Yevgeniy Fedorov (Astana – Premier Tech) dos sprints intermédios.

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock