Ion Izagirre vitorioso no dia em que McNulty assume a liderança do País Vasco!

O espanhol Ion Izagirre (Astana – Premier Tech) venceu a quarta etapa da Itzulia Basque Country – Volta ao País Vasco – após um sprint apertado contra o compatriota Pello Bilbao (Bahrain Victorious). O norte-americano Brandon McNulty (UAE Team Emirates) terminou em terceiro lugar, com uma vantagem suficiente para subir à liderança da corrida, após um grupo de seis corredores ter escapado na descida final da etapa e colocar tempo suficiente sobre o grupo de favoritos que incluía os eslovenos Tadej Pogacar (UAE Team Emirates) e Primoz Roglic (Jumbo – Visma).

O dia começou de forma animada, com diversos ciclistas a tentarem entrar na fuga do dia, com uma grande complicação para encontrar uma escapada que permitisse ao pelotão relaxar um pouco. Só na segunda subida do dia, após 100km de corrida um quarteto composto por Ben O’Connor (AG2R Citroën Team), Guillaume Martin (Cofidis), Jefferson Cepeda (Caja Rural – Seguros RGA) e Juan Pedro López (Trek – Segafredo) conseguiu ganhar vantagem que estendeu até aos 2:30.

O quarteto foi apanhado na entrada para a última subida do dia, e apesar dos esforços do jovem Juan Pedro para se manter na frente, a velocidade do pelotão era demasiado elevada para ele. Mikel Landa (Bahrain Victorious) acabou por ser o primeiro a ataca na subida final, com o grupo já partido da subida anterior, mas o colombiano Esteban Chaves (Team BikeExchange) acabou por fechar o espaço com os restantes ciclistas na sua roda. Landa tentou de novo logo a seguir, com McNulty a segui-lo e Chaves também, mas o colombiano acabou por pagar o esforço anterior e regressar ao grupo dos favoritos.

A Jumbo – Visma assumiu a perseguição e controlou à distância, com Antwan Tolhoek e Jonas Vingegaard, e a 400m do topo alcançou o duo, para que o grupo com cerca de 15 ciclistas cruzasse o alto na frente. No início da descida ninguém quis pegar no grupo o que levou a que uma nova movimentação se formasse. Pello Bilbao atacou com Esteban Chaves na sua roda, e rapidamente a eles se juntaram McNulty, Izagirre, Vingegaard e o alemão Emanuel Buchmann (Bora – Hansgrohe). O grupo trabalhou bastante bem, e a falta de cooperação na perseguição atrás entre os restantes favoritos viu a sua vantagem aumentar progressivamente.

A etapa acabou por ser decidida entre o grupo, já que os perseguidores nunca mais os conseguiram alcançar, apesar dos esforços de Hugh Carthy (EF Education – Nippo) que tentou levar o colega de equipa Sergio Higuita à vitória. Buchmann atacou com 1.6km para o fim, mas foi rapidamente alcançado pelos colegas de fuga comandados por McNulty, antes de Chaves atacar a 800m. Parecia certo que o colombiano seguiria para a vitória de etapa, mas graças a Buchmann, Chaves foi alcançado a 200m, e Izagirre lançou o sprint que acabou por lhe dar a vitória. O grupo de Roglic e Pogacar chegou 49s depois.

Após quatro etapas da corrida basca, McNulty lidera agora a corrida com 23s sobre Roglic e 28s Jonas Vingegaard (Team Jumbo – Visma). O norte-americano acumula também a liderança da juventude, enquanto o seu colega de equipa Pogacar permanece na liderança da classificação da montanha. Primoz Roglic lidera a classificação por pontos.

Classificações

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock