Ion Izagirre vence em dia de muita chuva no Formigal! Carapaz novo líder!

O espanhol Ion Izagirre (Astana) venceu a sexta etapa da La Vuelra a España, uma ligação de 146.4km entre Biesgas e o Alto de Aramón Formigal, uma ligação com chegada em primeira categoria, batendo por 25 segundos o canadiano Michael Woods (EF Pro Cycling) e o português Rui Costa (UAE Team Emirates), em mais uma fuga que triunfou nesta edição da corrida espanhola.

Etapa 6 da Volta a Espanha, uma jornada mais de alta montanha, num dia com muita chuva à mistura para dificultar ainda mais a corrida. A tirada lançou-se desde cedo a grande velocidade, com um grupo de 23 ciclistas a compor a fuga do dia, após cerca de 30km de corrida, nos quais se incluíam Mattia Cattaneo e Remi Cavagna (Deceuninck – QuickStep), Rui Costa e Sergio Henao (UAE Team Emirates), Robert Power, Michael Storer e Jasha Sütterlin (Team Sunweb), Ion Izagirre e Gorka Izagirre (Astana), Dylan van Baarle (Ineos Grenadiers), Magnus Cort Nielsen e Michael Woods (EF Pro Cycling), Quentin Jauregui (AG2R La Mondiale), Guillaume Martin, Victor Lafay e Pierre Luc Perichon (Cofidis), Michael Valgren (NTT Pro Cycling), Jorge Arcas e Carlos Verona (Movistar), Jonathan Hivert (Total Direct Energie), Julen Amezqueta (Caja Rural – Seguros RGA) e Oscar Cabedo (Burgos-BH).

Gorka Izagirre ameaçava a classificação geral e a camisola rosa de Roglic, e por isso a Jumbo – Visma nunca deu mais do que quatro minutos aos escapados que muito bem colaboravam entre eles. Guillaume Martin venceu as duas contagens de montanha do dia, juntando-se assim a Tim Wellens na luta pela classificação, mas foi para o espanhol Gorka o destaque, quando escapou na descida da segunda contagem, e chegou a ter 45s de vantagem para os companheiros de fuga.

O grupo foi recuperando tempo para Gorka, e já apenas com 11 elementos alcançou o espanhol nas primeira rampas da subida final. Lá atrás no pelotão, o líder Primoz Roglic (Jumbo – Visma) tentava recuperar algum fôlego, depois de um problema o ter obrigado a perseguir o pelotão durante alguns kms.

A vantagem do já curto pelotão estabilizou nos 2min, quando Marc Soler (Movistar) atacava a 7km da meta com um pelotão já todo esfrangalhado. Na frente, era Michael Woods quem mexia, já com 4.5km para o final, e David Gaudu (Groupama – FDJ) fazia a ponte para Soler, com Armirail a descer da fuga para ajudar o compatriota e colega de equipa.

Esteban Chaves (Mitchelton – Scott) atacou a 4km da meta, mas sem grande sucesso, já que pouco depois Richard Carapaz (INEOS Grenadiers) e Hugh Carthy (EF Pro Cycling) saíram do pelotão em grande velocidade, passando pelo colombiano, e vendo Roglic, Dan Martin (Israel Start-Up Nation) e Enric Mas (Movistar) não serem capazes de os seguir, fazendo apenas a ponte para Chaves.

Lá na frente era Ion Izagirre a ir embora sem resposta, a 3km da meta, e um grupo com Woods, Costa, G. Martin, Valgren e Power a tentar perseguir para discutir a etapa, mas Izagirre não cedia e seguiu isolado até à meta, cada vez abrindo mais espaço, para vencer pela primeira vez na Vuelta e juntar-se à lista de vencedores de etapas em todas as Grandes Voltas!

Carapaz, Soler e Carthy foram abrindo cada vez mais espaço, e Roglic cedia. Enquanto Carthy chegou a 48s de Izagirre, e Carapaz e Soler a 55s, Roglic chegou a apenas 1:38, e via a geral escapar-lhe pelos dedos, e a camisola vermelha seguir para o corpo do equatoriano Carapaz, e Carthy se posicionava agora na segunda posição da geral, a 18s do ciclista da INEOS.

Rui Costa foi o melhor português do dia, e é também o melhor português na geral, seguindo em 36º a 24:27 de Carapaz, ele que é o novo líder da classificação geral! Roglic mantém no entanto a liderança da classificação por pontos, assim como Tim Wellens assegura a ida para o dia de descanso na frente da classificação da montanha. Enric Mas é ainda o melhor jovem nesta Vuelta.

No Passatempo, vitória do fugitivo Ruben Pereira, com a geral a estar separada por menos de 100pts entre os 4 primeiros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock