Idar Andersen sucede a Leknessund na conquista do GP Lillehammer!

Em 4 edições, nunca ninguém não nórdico conseguiu vencer a competição e este ano não foi excepção. Depois dos dois primeiros anos terem sido conquistados por dinamarqueses, a vitória de Andreas Leknessund em 2020 trouxe outro alento e este ano, na Idar Andersen não desperdiçou os quilometros percorridos em competições internacionais para vencer no topo de Hafjelltoppen, uma subida de 11,1 quilómetros de comprimento com pendente média de 7,2%. O ciclista da equipa Uno-X Pro Cycling dominou nos últimos metros, com o belga Gianni Marchand (Tarteletto-Isorex) a contentar-se com a 2ª posição. Os irmãos suecos Lucas Eriksson (Riwal Cycling Team) e Jacob Eriksson (Team Coop) terminaram em terceiro e quarto lugares, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock