Hat-trick de Gaviria consagra Remco Evenepoel!

O colombiano Fernando Gaviria (UAE Team Emirates) venceu a sétima e última etapa da Vuelta a San Juan, uma ligação de 141.3km com partida e chegada no centro da cidade que acolhe esta volta, e em que os ciclistas iriam completar nove voltas a um circuito de 15.7km. No segundo lugar terminou o eslovaco Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) e em terceiro o colombiano Alvaro Hodeg (Deceuninck-QuickStep).

Fernando Gaviria venceu a última etapa da Vuelta a San Juan (Foto: Getty Images)

Última etapa da Vuelta a San Juan, uma etapa de consagração para Remco Evenepoel que dominou um contrarrelógio e controlou uma etapa de alta montanha onde foi obrigado a recuperar bastante tempo devido a uma distração. A etapa começou de forma animada com seis ciclistas a ganharem rapidamente vantagem sobre o pelotão e um grupo de cinco ciclistas a lançar-se em perseguição destes, sem no entanto conseguir alcançar sucesso.

A fuga acabou por partir a 43km do final e o estadunidense Colin Joyce conseguiu destacar-se dos restantes colegas de fuga. Joyce tentou resistir o máximo que podia, mas foi alcançado a apenas 9km do final, depois de quase 35km em solitário.

As equipas dos sprinters começaram então a preparar os comboios e eis que o surpreendente acontece. Uma atípica batalha por posições, empurrões, encostar de cabeças, tudo aconteceu neste final, e felizmente ninguém foi ao chão, porque a possibilidade de tal acontecer era grande. Começamos a 2km do final, quando temos Cesar Martingil a subir no pelotão, na roda de Alejandro Marque. Marque deixou Martingil, e este subtilmente foi escorregando à procura das melhores rodas. É então que o português se apercebe do comboio da Emirates ao seu lado, e se prepara para agarrar a roda de Fernando Gaviria, mas Maximiliano Richeze empurra o português que tem de controlar a bicicleta e assim perder todo o trabalho feito por Marque. Pouco depois um ciclista da Israel ia apanhar a roda de Gaviria, mas Sagan vinha atrás do colombiano, e encostou a cabeça ao colega de profissão para que este não apanhasse a melhor roda. A Deceuninck acabou por lançar o sprint, e Gaviria saiu da roda de Hodeg para vencer com muita autoridade. Cesar Martingil, mesmo com todos o percalço provocado por Richeze, terminou na 14ª posição.

O pelotão terminou compacto, sem ciclistas atrasados, e portanto o top10 da geral não mexeu. Remco Evenepoel conquistou assim a Vuelta a San Juan e ainda levou para casa também a classificação da juventude. Guillaume Martin venceu a classificação da montanha e Daniel Juarez a classificação dos sprints intermédios. Destaque importante para Nelson Oliveira, que foi o melhor ciclista da Movistar e terminou na 6ª posição da classificação geral!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Nem um empurrão de Serrano tirou a primeira vitória profissional de Edward Planckaert!

Edward Planckaert (Alpecin-Fenix) ganhou a primeira etapa da Vuelta a Burgos, batendo Gonzalo Serrano (Movistar) sobre a linha de meta, mesmo depois de ter levado um empurrão do espanhol. Numa chegada coincidente com uma rampa em Burgos, uma aceleração de Romain Bardet (Team DSM) com quatro corredores foi sucificente para abrir uma brecha, e quintento […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock