Gaviria estreia-se em 2020!

O colombiano Fernando Gaviria (UAE Team Emirates) venceu a segunda etapa da Vuelta a San Juan, uma ligação de 168.7km com partida e chegada em Pocito. O segundo lugar foi para o argentino Nicolas Naranjo (Associación Civil Agrupamiento Virgen de Fátima) e o terceiro para o italiano Marco Benfatto (Androni Giocatolli – Sidermec). Gaviria venceu a tirada de hoje com um tempo de 3h30’06”.

Segunda etapa desta Vuelta a San Juan, mais um dia para os sprinters poderem brilhar, e desta vez com um final numa estrada larga e com boas condições. A fuga do dia formou-se logo nos kms iniciais com 9 homens, e rapidamente ganhou cerca de 2 minutos de vantagem. No entanto, a situação mais caricata aconteceu e tivemos um cão a provocar uma queda a dois ciclistas escapados, sendo que um deles acabou por regressar ao pelotão.

A caricata queda provocada por um cão durante a etapa 2 da Vuelta a San Juan.

O resto da etapa acabou por decorrer tranquilamente até entrarmos nos quilómetros finais. A partir daí a fuga partiu e o ritmo no pelotão aumentou consideravelmente. A 12km do final, uma nova queda dentro do pelotão, atirando ao chão o líder da montanha, Cesar Paredes da Team Medellin, e mais uma dezena de ciclistas, mas aparentemente nada de lesões graves e todos prosseguiram na etapa.

A fuga foi alcançada a cerca de 10km para o final e no pelotão o stress falou mais alto até final. Nenhum comboio se conseguia formar e os ciclistas pareciam meio que atabalhoados à procura de se chegarem à frente para estarem bem posicionados para o sprint. O sprint começou com Hodeg a ficar de novo na frente do pelotão demasiado cedo, e Gaviria inteligentemente soube contemporizar, procurar o melhor lugar e sair quando encontrou o melhor espaço para vencer confortavelmente a sua primeira etapa do ano.

Sagan ficou “nas covas” com tanto jogo de movimentações e quando ia subindo algumas posições acabou por ser bloqueado involuntariamente por um ciclista que estava à sua frente, terminando na quinta posição. E involuntariamente também, Sagan acabou por bloquear Cesar Martingil que vinha a fazer uma bela etapa, sempre muito bem colocado no pelotão, com o precioso auxílio de Aleksandr Grigoriev, e que já sozinho, ziguezageou por entre os ciclistas que à sua frente seguiam para apanhar a roda de Peter Sagan e finalizar em grande estilo. Quando o português se preparava para passar o eslovaco, eis que o bloqueio aconteceu, e Martingil acabou por terminar num honroso oitavo lugar!

Fernando Gaviria é assim o novo líder da classificação geral e dos pontos, enquanto Cesar Paredes continua na liderança da montanha e Daniel Juarez dos sprints intermédios. Tomas Contte é o melhor jovem. Amanhã é dia de contrarrelógio e o português Nelson Oliveira parte como um dos grandes favoritos do dia a par do italiano Filippo Ganna.

Imagens do sprint final em Pocito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Nem um empurrão de Serrano tirou a primeira vitória profissional de Edward Planckaert!

Edward Planckaert (Alpecin-Fenix) ganhou a primeira etapa da Vuelta a Burgos, batendo Gonzalo Serrano (Movistar) sobre a linha de meta, mesmo depois de ter levado um empurrão do espanhol. Numa chegada coincidente com uma rampa em Burgos, uma aceleração de Romain Bardet (Team DSM) com quatro corredores foi sucificente para abrir uma brecha, e quintento […]

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock