Gaviria acaba com a seca e conquista a primeira vitória de 2021 na Polónia!

O colombiano Fernando Gaviria (UAE Team Emirates) venceu a terceira etapa do Tour de Pologne, uma ligação de 226.4km entre Sanok e Rzeszów, batendo ao sprint o holandês Olav Kooij (Jumbo – Visma) e o alemão Phil Bauhaus (Bahrain Victorious), após um sprint perfeito, aproveitando o comboio da Jumbo – Visma.

A terceira etapa da Volta a Polónia começou a todo o gás, devido a vários ataques para tentar integrar a fuga do dia. Lukasz Owsian (Arkéa Samsic), Taco Van der Hoorn (Intermaché – Wanty – Gobert), Tom Bohli (Cofidis), Alexander Konychev (Team BikeExchange), Lionel Taminiaux (Alpecin – Fenix) e Norman Vahtra (Israel Start-Up Nation) conseguiram ganhar um espaço sobre o pelotão numa fase inicial, mas os ataques continuaram e estes seis ciclistas receberam a companhia de Filippo Conca (Lotto Soudal), Simon Clarke (Team Qhubeka NextHash), Daniel Arroyave (EF Education – Nippo) e Niklas Markl (Team DSM), formando assim a escapada da jornada com dez elementos.

A 158km do fim começou a primeira subida categorizada do dia, uma segunda categoria onde Lukasz Owsian foi o primeiro a passar no alto. 13km após a passagem no alto da primeira, tínhamos a segunda subida categorizada do dia onde Lukasz Owsian levou a melhor outra vez sobre os seus companheiros de fuga, desta vez uma terceira categoria. A 129km, na terceira e última subida categorizada do dia, Lukasz Owsian voltou a ser mais forte e arrecadou assim o máximo de pontuação possível para a classificação da montanha no dia de hoje.

Após 111km da etapa, a fuga mantinha uma vantagem de três minutos sobre o pelotão.

A 55km do fim, a Deceuninck – Quick Step decidiu acelerar no pelotão, diminuindo a vantagem da fuga para dois minutos. Após 11km a puxar na frente, a Deceuninck recebeu a ajuda da Bahrain Victorious e da UAE Team Emirates, que tinham como objetivo ganhar a etapa com os seus sprinters Phil Bauhaus e Fernando Gaviria, respetivamente.

A 24km da chegada, van der Hoorn atacou no grupo da frente levando consigo Lionel Taminiaux e Smon Clarke. Este trio tentou ir atrás da etapa, mas viu a sua vantagem diminuir, devido às acelerações no pelotão por parte da Ineos Grenadiers, da Jumbo – Visma e da UAE Team Emirates, tendo sido alcançado a 2.6km da meta.

No último quilómetro, a Jumbo – Visma liderava o pelotão. A 600m David Dekker (Jumbo – Visma) começou o lançamento do seu colega de equipa Olav Kooij, que tinha na sua roda Max Kanter (Team DSM) e Fernando Gaviria. Kooij lançou o sprint, mas, vindo de trás, Gaviria passou o holandês nos últimos 100m e foi o primeiro a passar a linha de chegada. Phil Bauhaus acabou em terceiro, depois de ter estado mal colocado e ter feito uma excelente recuperação.

João Almeida terminou a etapa na 46ª posição, com o mesmo tempo do vencedor, e manteve a liderança da classificação geral. Michal Kwiatkowski (Ineos Grenadiers) tornou-se o novo líder da classificação por pontos, após ter acabado em nono na etapa, Lukasz Owsian é o novo líder da classificação da montanha e Taco Van der Hoorn é o novo líder da classificação dos sprints intermédios.

Os metros finais

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock