Gaudu triunfa na confirmação de Almeida como o grande vencedor do Skoda Tour de Luxembourg!

O francês David Gaudu (Groupama – FDJ) venceu a quinta e última etapa do Skoda Tour de Luxembourg, uma ligação de 183.7km entre Mersch e a cidade do Luxemburgo, batendo o português João Almeida (Deceuninck – Quick Step), que confirmou a vitória na classificação geral final, e o compatriota Pierre Latour (Team TotalEnergies).

Na quinta e decisiva jornada da corrida luxemburguesa, onde se esperava que João Almeida pudesse ser consagrado como o grande vencedor final, a fuga do dia formou-se logo nos primeiros kms da jornada, com Kenny Molly (Bingoal Pauwels Sauces WB), Morten Hulgaard (Uno-X Pro Cycling Team), Ben King (Rally Cycling) e Otto Vergaerde (Alpecin – Fenix). O pelotão deu aos escapados mais de cinco minutos de vantagem, mas as equipas que ainda ambicionavam chegar à amarela ou ao pódio da geral acabaram por controlar a distância.

Molly, que já era líder da classificação dos trepadores, acabou por pontuar nas diversas metas de montanha do dia, passando sempre na frente, sem qualquer resistência dos companheiros de fuga. Molly acabaria por ser também o primeiro a deixar-se ficar e a ser absorvido pelo pelotão, a 23km do fim, enquanto os restantes viam a sua aventura ter fim a 21km da chegada.

A Deceuninck – Quick Step acabou por assumir a dianteira e o ritmo de corrida a 15km do fim, com Dries Devenyns ao comando do pelotão. Dayer Quintana (Arkea – Samsic) acabou por atacar na penúltima passagem pela linha de meta, mas o ritmo de Mauri Vansevenant não deixou o irmão de Nairo Quintana ganhar espaço aos favoritos. A 9km do fim, o suíço Sebastien Reichenbach (Groupama – FDJ) ganhou cerca de 15s ao já pequeno pelotão, mas foi alcançado antes da chegada à colina final.

David Gaudu venceu a quinta e última etapa da corrida.

A 2km da meta, já na entrada da subida, Oier Lazkano (Caja Rural – Seguros RGA) atacou e rapidamente recebeu a companhia de Nairo Quintana (Arkea – Samsic). Com Fausto Masnada (Deceuninck – Quick Step) a fugir uma vez mais ao trabalho, acabou por ter de ser João Almeida a fechar o espaço, e o português fê-lo com muita classe, respondendo de pronto, quando a junção já tinha sido feita, à mexida de Benoit Cosnefroy (AG2R Citroen Team), com Marc Hirschi (UAE Team Emirates) na sua roda.

Foi já dentro do km final que o trio abrandou, sem ninguém querer puxar para os outros, quando vários elementos voltaram a chegar à frente e David Gaudu atacou à falta de 500m. Ninguém quis reagir e o francês ganhou uns metros, quando João Almeida voltou à dianteira para atacar a curva final para o sprint. O português lançou um sprint ferocíssimo, ganhando metros e metros a quem vinha atrás de si, mas alcançando o francês apenas sobre o risco de meta, sem o conseguir passar. Ainda assim, a geral estava no bolso!

Com o segundo lugar, João Almeida confirmou a sua sexta vitória da temporada, e a segunda prova por etapas desde que está ao serviço da Quick Step! O português leva do Luxemburgo a geral, os pontos e a juventude, e faz história com as três camisolas numa terra recheada de portugueses emigrantes. A classificação da montanha foi ganha por Kenny Molly e a Quick Step venceu coletivamente.

Os Metros Finais

Classificações Completas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Releated

Please turn AdBlock off  | Por favor desative o AdBlock